Monique Dardenne entrega mais uma lista de lançamentos que você não encontra por aí. Adicione tudo já à sua playlist

Por Claudia Assef

Toda sexta, Monique Dardenne envia para o QG do Music Non Stop uma lista fresquinha, colhida a mão – nada de maquinário (leia-se algoritmo) – direto de sua horta musical, com as músicas, álbuns e EPs que você não pode deixar de conhecer esta semana. A colheita desta semana, como de costume, vai da house music purinha até o mais cremoso estranhismo. Deleite-se sem moderação.

1 – L’ Homme Statue – Jalousue (videoclipe)

Loïc Koutana, o L’Homme Statue, apresenta em Jalousie um corpo disposto ao amor livre e que questiona – verso a verso, cena a cena – os obstáculos dessa plena realização. Embalando o mergulho no tempo mítico do tema e de sua ancestralidade, um rap com samples de violino e batidas abafadas se misturam às imagens solitárias do artista que traz em sua performance o tom dramático e profundo que a música oferece.

2 – Berbie Bertisch – Water Moves Slowly (Pré-order do álbum Prelude)

“Estou encerrando um capítulo da minha vida”, Barbie Bertisch diz num banco do parque em Greepoint. “Passei os últimos quatro anos trabalhando para ganhar confiança em minhas ideias e minha perspectiva criativa. Isso é o ápice desse processo”. O “isso” em questão é a coleção de 11 canções que narram 5 anos da vida de Bertisch, o álbum Prelude.

3 – Parera Elsewhere – Hold Tite (Pré-order Álbum)

O enigma pop de Berlim via Londres, Perera Elsewhere, anunciou seu novo álbum, Home, que será lançado em 30 de setembro pela Friends of Friends. O álbum apresenta o single principal Hold Tite, que Sasha Perera descreveu em um comunicado: “É como um boxeador se concentrando mentalmente antes de entrar no ringue…um hino para manter seus demônios sob controle…uma mensagem clara para as coisas que vocês temem mais”.

4 – Marina Herlop – Pripyat (álbum)

Marina Herlop acaba de lançar seu terceiro álbum, Pripyat, um trabalho emocional e extremamente criativo. Os fãs de Nanook e Babasha reconhecerão o piano melancólico e linhas vocais elegantes  encontradas em faixas como Abans Abans. Mas Pripyat tem um som muito mais cheio. Quase caótico, quando comparado ao trabalho anterior, com a adição de bateria eletrônica, linhas de baixo elétricas e uma riqueza de efeitos de produção sublimes.

5 – KaySoul e Desney Bailey – The World’s Going Crazy (EP)

O DJ e produtor sul-africano de house KaySoul convidou Desney Bailey para criar esse EP cheio de alma e voltado para as pistas de dança. A DJ nova-iorquina Desney Bailey, conhecida no cenário europeu de nujazz e por trabalhos com Jazzanova, trouxe um frescor extra ao trabalho.

6 – Attawalpa – Too Much (single)

Nascido na Inglaterra, filho de mãe peruana e pai britânico, Felber passou seus primeiros anos no Peru e no Chile antes de voltar para a Grã-Bretanha aos sete anos. Começou a carreira musical aos 17 anos e hoje é conhecido como um dos fundadores do selo e do club Young Turks. Em 2020, Felber criou seu aka Attawalpa e lançou o primeiro disco pelo projeto, chamado Spells.

7 – Sudan Archives – Home Maker (single)

Como Sudan Archives, a violinista e cantora Brittney Parks combina loops de cordas hipnóticos e batidas experimentais, aproveitando as texturas da eletrônica e do R&B em músicas elegantes e que mudam de forma como se estivessem borbulhando em fogo brando. Os primeiros EPs da artista de Los Angeles introduziram composições de vanguarda guiadas por violinos no estilo norte-africano que entraram que entraram em foco mais nítido em sua impressionante e reflexiva estreia em 2019, Athena. Seu último single, Home Maker, é o mais acessível até agora, uma declaração de intenções arrogante com todo o charme idiossincrático que torna sua música tão memorável.

 

8 – FKJ – Vincent (Pré-order álbum)

FKJ é um multi-instrumentista virtuoso e produtor com um pé no novo mundo e outro no velho, fazendo música com alma e sem limites para uma geração inquieta e fluida de gênero. Suas músicas misturam jazz, soul, folk, rock e batidas experimentais que combinam complexidade e intimidade. Vincent é o segundo álbum de FKJ e sinaliza um novo amanhecer, onde ele percebeu que queria aproveitar a liberdade de ser adolescente novamente

9 – Nikki Nair – Onde Four Five / Lemma (EP)

Após vários anos de lançamentos divertidos e incendiários em gravadoras como Scuffed, Gobstopper e Banoffee Pies, Nikki Nair apresenta mais três faixas para o EP inaugural no novo selo Island F. One Four Five dá o tom com um trabalho vocal característico de Nikki, todos pontuados por graves e bipes inteligentes e espaços. Lemma mantém a energia e a traz para um espaço alienígena povoado por sons menores e mais fofos e uma estranha batida vocal.

10 – Mr fingers – Around the Sun pt 1 (álbum)

Mr. Fingers retorna na Allevated Records com um novo álbum! Larry Heard (sob seu apelido mais conhecido) continua no caminho que ele estabeleceu com Cerebral Hemispheres em 2018. Abrangendo todas as suas influências de jazz, R&B,  techno e ambient, essas faixas exuberantes remetem a uma sonoridade com a marca registada do “senhor Dedos”. Este é Larry Heard no seu melhor.

LEIA AS COLUNAS ANTERIORES 

SIGA A PLAYLIST LANÇAMENTOS DA MONIQUE 

Claudia Assef

http://www.musicnonstop.com.br

Autora do único livro escrito no Brasil sobre a história do DJ e da cena eletrônica nacional, a jornalista e DJ Claudia Assef tomou contato com a música de pista ainda criança, por influência dos pais, um casal festeiro que não perdia noitadas nas discotecas que fervilhavam na São Paulo dos anos 70.

× Curta Music Non Stop no Facebook