discos raros

A história do disco de vinil de um DJ desconhecido que foi vendido a 200 mil reais, mais caro do que raridades dos Beatles

Jota Wagner
Por Jota Wagner

O site especializado no mercado de vinil Discogs divulgou a venda do disco de maior valor de sua história, arrematado por 220 mil reais em um single prensado de um lado só, com apenas uma música.

O Discogs é um velho conhecido dos garimpeiros de vinil e bastante usado entre os brasileiros.  Trata-se de uma plataforma de compra e venda de discos, CDs e cassetes (a grande maioria de segunda mão) onde os negócios são feitos diretamente.  O usuário cadastra o que quer vender usando um padrão determinado pela plataforma para indicar a qualidade da capa, da gravação e os detalhes de produção que muitas vezes determinam a raridade do item.

2020: um ano de recordes batidos nas vendas de vinil

Em seu relatório anual divulgado, o Discogs anunciou um aumento de mais de 40% nas vendas em 2020.  Um acréscimo auspicioso, mas não totalmente surpreendente. Além de os formatos físicos vintage como vinil e cassete terem se tornado um refúgio para os colecionadores interessados em música com crescimento de vendas ininterrupto há mais de uma década, o confinamento provocado pela pandemia fez com que muitas pessoas usassem as compras e vendas online como uma atividade para preencher o tempo livre.

No entanto, o que mais chamou a atenção no relatório apresentado pela empresa foi o anúncio da venda mais cara feita pelo site desde que sua fundação, em novembro de 2000:  um single em vinil com apenas uma música de um DJ praticamente desconhecido foi vendido por 41.000 dólares (mais de 220 mil reais). O valor é mais alto do que edições raras como o compacto de Love Me Do, dos Beatles, em que o nome de Paul McCartney está escrito errado, ou uma edição do Black Album, do Prince, até então o recordista em preço com o valor de 27  mil dólares.

discos raros

foto: Discogs

O vinil milionário de Scaramanga Silk

Não bastasse o valor exorbitante que pegou todo mundo de surpresa (inclusive a equipe do Discogs), o disco recordista é de um artista com pouca expressão até mesmo na cena inglesa.  O single em vinil Choose Your Weapon do DJ Scaramanga Silk é hoje o mais caro já vendido pela plataforma.

Após o anúncio, a BBC inglesa localizou e conversou com o DJ, que ficou tão surpreso com a negociação quanto o resto do mundo.  Scaramanga, que sequer tem uma cópia física do disco, foi informado pela própria equipe do Discogs e não ganhou nenhuma libra com isso, já que a venda foi feita de colecionador para colecionador. “Quando o pessoal de lá me mandou uma mensagem, achei que fosse brincadeira. Depois de entender que não era uma piada, respondi que estava tão abismado quanto eles. Isso é meio bizarro” –  Disse Scaramanga à emissora inglesa.

Usuários da plataforma questionaram a negociação sugerindo teorias como uma jogada de marketing do artista, uma ação do grafiteiro Banski para atrair atenção ou uma pegadinha promovida pelo KLF baseada em ações anteriores. A Discogs, no entanto,  confirmou a venda como genuína analisando o histórico de vendedor e comprador, cuja identidade não foi tornada pública devido à política de privacidade do site.

A história por trás do valor recorde

Choose Your Weapon foi lançado de forma independente em 2008 por Scaramanga Silk. Na época, um produtor de break beat e electro (hoje ele ainda produz música, mas de vertentes diferentes) com influências, segundo o mesmo,  de Aphex Twin e The Prodigy.

O disco toca somente de um lado e Choose Your Weapon é a única música. Dentro da capa, além do vinil, o produto incluía um CD ROM, uma arte em papel e um poema impresso em acetato.  A quantidade produzida foi de apenas 20 cópias foram.

A razão original da prensagem foi meramente promocional. Por isso Scaramanga resolveu pensar em algo diferente do usual: um disco embalado em uma capa branca, comum entre os promos entregues a DJs e rádios.  O fato de ter incluído outras peças artísticas relacionadas ao pacote e a prensagem ínfima explica um pouco do fetiche criado em torno do lançamento, aguçando a ambição dos colecionadores mais ávidos.

Weapon of Choice foi escrita em meio à repercussão do aumento de crimes cometidos por armas de fogo e facas no Reino Unido no final da década de 00. A crise ficou conhecida como a “Gun And Knife Crime Issues“. A música, que é descrita como algo em torno de Erol Alkan, DJ Hell e a última fase do Prodigy, não pode ser encontrada nas plataformas digitais ou no Youtube.

Tudo isso contribuiu para que, junto à comunidade de colecionadores de vinil, o disco fosse criando a aura de tesouro perdido. Afinal, nem mesmo o própria Scaramanga o tem. O DJ ficou apenas com  o arquivo digital da música.

É inédito que um disco de um artista com expressão tão obscura chegue a atingir um nível de valor como este.  Poucos álbuns, mesmo fora do Discogs, foram negociados acima deste preço e com o aval de nomes como os Beatles, Wu-Tang Clan, Elvis Presley, os Rolling Stones e Jimi Hendrix.

Uma master do disco de Wu-Tang Once Upon a Time in Shaolin foi venda por 2 milhões de dólares em 2015. O comprador, porém, foi preso por fraude anos depois, o que colocou a transação em questão.  Já a cópia numerada em 00001 do White Album dos Beatles pertencente a Ringo Star foi leiloada a 790 mil dólares.

 

 

 

 

 

 

 

× Curta Music Non Stop no Facebook