Pokémon

Empresa Pokémon envia cartas raras à criança que leiloou seu baralho para pagar remédios de seu cãozinho

Por Jota Wagner

Bryson Kliemann causou comoção após a notícia da venda de suas cartas Pokemón para pagar os remédios para tratamento de parvo virose de seu cão

Muitas vezes nos esquecemos de que a rapidez e amplitude com que uma notícia se alastra nas redes sociais pode também servir para o bem. Este foi o exemplo que a população de Virginia, nos Estados Unidos, testemunhou através da história do pequeno “Mestre Pokémon” Bryson Kliemann, de apenas oito anos de idade.

O pequeno Bryson ficou conhecido depois que uma foto sua vendendo suas cartas em um balcão montado na calçada foi publicado por sua mãe, Kymberly, que complementou a atitude do garoto com uma campanha no GoFundMe para arrecadar os 700 dólares que precisavam para vacinar o cachorro.  A foto foi publicada em meados de maio.

Bryson Pokemon

A barraca de vendas de Bryson emocionou todo mundo – foto: reprodução Twitter

Apesar de fanático por seu deck de cartas Pokémon,  Bryson não pensou duas vezes em colocar tudo à venda. A foto, com o rabisco da oferta das cartas em uma placa de madeira, realmente é comovente.

Bruce, o cãozinho, descobriu que valeu a pena ser o melhor amigo de pequenos homens como Bryson. A venda das cartas e a campanha, impulsionadas pela comoção do ato do garoto, renderam 5 mil dólares à família e um tratamento contínuo para o cachorro.

As postagens nas redes sociais falando sobre a atitude do garoto viralizaram a ponto de chegarem à empresa dona do jogo Pokemón e foi então que Bryson recebeu uma compensação por sua generosidade que foi além da saúde de seu cão (que aliás está bem, segundo o jornal Complex).

Bryson recebeu da empresa uma caixa com cartas raras,  decks de jogos e um exemplar do jogo Pokemon Battle Academy. Tudo acompanhado de uma pequena carta.

“Hey Bryson, nos ficamos tão inspirados pela história da venda das suas cartas para pagar a recuperação de seu cão, que lhe enviamos estas cartas para te ajudar a repor aquelas que você teve de vender”.

Em tempos como os de hoje, histórias com final feliz como esta mostram que quem sabe das coisas são mesmo as crianças. Faz bem confiar na sensibilidade dos nossos pequenos xamãs.

E a partir de agora, aguentem o pequeno Bryson passando a régua geral na molecada de Lebanon, Virginia, com o verdadeiro arsenal que recebeu da Pokémon.

O novo mestre Pokémon está com tudo. E Bruce segue feliz, saudável e famoso!

 

Jota Wagner

Jota Wagner escreve, discoteca e faz festas no Brasil e Europa desde o começo da década de 90. Atualmente é editor chefe do Music Non Stop e produtor cultural na Agência 55. Contribuiu, usando os ouvidos, os pés ou as mãos, com a aurora da música eletrônica brasileira.

× Curta Music Non Stop no Facebook