frame filme Parasita

Parasita vira série original da HBO por Bong Joon-ho e Adam McKay. O que podemos aguardar desse projeto.

Por Yasmine Evaristo

O showrunner Adam McKay esteve no podcast Happy Sad Confused na semana passada e falou sobre a produção da série baseada no filme Parasita .

McKay assegurou aos fãs que a pré produção o programa está “a toda a velocidade” na HBO, e enfatizou que não será apenas um remake do filme original: “Será ambientado mesmo universo que a longa-metragem, porém uma história original”.

Após o sucesso de Parasita e da sua histórica vitória nos Oscar, o filme foi rapidamente captado para ser transformado em uma adaptação em forma de  série televisiva na HBO. O roteirista e diretor, Bong Joon-ho se une a Adam McKay, diretor de Sucessão e A Grande Aposta e Vice.

Expansão do universo de Parasita

Divulgação do filme Parasita

foto: reprodução

Bong já declarou anteriormente sua visão para a série, sugerindo como irá expandir o olhar sobre a sociedade retratada no filme Parasita. Segundo o diretor ele utilizará “Todas as ideias-chave acumuladas desde quando comecei a escrever o roteiro do filme”, disse em entrevista ao The Wrap no ano passado.

O realizador aponta que não conseguiu incluir todas essas ideias nas duas horas de duração do filme, mas que deixou os argumentos, e anotações guardadas em seu iPad. Como a série será de apenas uma temporada o objetivo de Joon-ho é criar um filme com talvez seis horas, ou mais, de duração.

O sucesso de Parasita

A indicação e a vitória do filme sul-coreano em 2020 foi uma surpresa para muitos, pois o público americano é conhecido por não enfrentar a “barreira das legendas”. O diretor de Parasita citou isso em seu discurso de vitória. Bong disse: “Quando vocês conseguirem escalar o muro de três centímetros das legendas, terão acesso a um novo mundo de cinema”.

O filme que mescla drama com suspense e contém alguns alívios cômicos gerou controvérsia por ter como protagonistas uma família de golpistas em busca da ascensão social. Entretanto o filme também possibilitou conhecer um pouco da situação econômica de parte da população da Coreia do Sul.

Parasita chuva twitter Midia ninja

foto: reprodução Twitter/montagem Um Filme Me Disse

Outro ponto que justifica o sucesso do filme é a complexidade humana ao mostrada. O lado “bom” e o “mau” de cada uma das personagens é abordado. E não podemos esquecer que a história é desenvolvida em um ambiente exagerado e absurdo, enfatizando a discussão sobre as desigualdades sociais.

Provavelmente é esse tema que mais atraiu os espectadores. A distância financeira e social que separa aquelas pessoas pode ser observada em qualquer sociedade. Logo, suas distintas opiniões e posições sobre a sociedade em que vivem, vide a cena no carro no qual a mulher fala sobre a chuva. Enquanto para ela a mudança climática proporcionou conforto, para o motorista foi sinônimo de perdas materiais.

Influência nas indicações do Oscar 2021

elenco filme Parasita no Oscar

O filme Parasita foi o primeiro de língua não-inglesa a vencer a categoria de Melhor Elenco no SAG

Ainda que o público esteja distante dos filmes de outras nacionalidades a vitória desse longa pode ser o marco de uma nova relação com o cinema de língua estrangeira. Entretanto se observarmos a procura por filmes e séries de língua não-inglesa em algumas outras localidades a realidade é diferente. No Brasil, por exemplo, séries de língua espanhola são sucessos, como EliteLa Casa de Papel. O mesmo fenômeno pode ser observado aqui com os dramas exibidos na Netflix, nos últimos anos, sendo assim a transposição de parte dessa mesma barreira.

No Oscar de 2021 vimos o “efeito Parasita” na indicação de Minari, por conter alguns diálogos em coreano, bem como na indicação e vitória de  Chloé Zhao.

McKay se mostra empolgado com o projeto

Leonardo DiCaprio e Jennifer Lawerence em Don't Look Up

Imagem de Leonardo DiCaprio e Jennifer Lawerence em Don’t Look Up – foto: divulgação/Netflix

McKay explica que o projeto tem sido desenvolvido durante toda a pandemia do corona vírus e que ele delineou a série com Bong durante a quarentena. Ele diz que estão “apenas aguardando o melhor momento” na atual fase de produção para tirar a série do papel. O produtor também afirmou que não precisamos nos preocupar com o roteiro, pois “temos uma sala de escritores incrível”.

Sobre a oportunidade de trabalhar ao lado do realizador de Memórias de um AssassinoOkja, acrescentou: “Ocasionalmente, na vida, temos muita sorte, e para mim, trabalhar em qualquer lugar perto da órbita de Bong (…) é uma honra”. Adam comentou que normalmente, ao ouvir pessoas dizerem se sentir honradas tem a sensação de que é uma falácia, mas que ele se sente legitimamente honrado com a parceira. E reforçou “Estou me divertindo!”.

Além disso McKay está desenvolvendo uma comédia com tom mais ácido para a Netflix, intitulada Don’t Look Up. O filme gira em torno de dois astrônomos não reconhecidos que tentam avisar o mundo sobre um asteróide que se aproxima. No elenco atrizes e atores muito conhecidos como Timothée Chalamet, Ariana Grande, Leonardo DiCaprio, Jennifer Lawrence e Cate Blanchett.

Yasmine Evaristo

Artista visual, desenhista, graduanda em Letras - Tecnologias da Edição. Pesquisadora de cinema, principalmente do gênero fantástico, bem como representação e representatividade de pessoas negras no cinema. Devota da santíssima trindade Tarkovski-Kubrick-Lynch.

× Curta Music Non Stop no Facebook