No After com Renato Cohen! Senta, que lá vem babado

Jota Wagner
Por Jota Wagner

se você tem uma vista dessas com o Renato Cohen tocando, você é privilegiado sim

Nesta quinta, nosso after é com o lendário sorridente Renato Cohen, que transita mundialmente entre o techno e a disco como quem quem come arroz com lentilha.

Baterista, produtor, DJ… Renato Cohen é velho conhecido do Music Non Stop, seja em nossas matérias quanto em encontros nas casas e apartamentos ensolarados da cidade. Leia este perfil que fizemos do cara aqui.

Renato não nega after. Estávamos ansiosos por ouvir um pouco das suas histórias. Preparamos cinco perguntas capciosas para o DJ e produtor paulistano.

 

MSN: Qual foi o último after que você foi? Faça nos uma breve resenha ; )

Renato: Só vou considerar after as festas que eu fui realmente virado de outras festas. Acordar novinho e ir tocar as duas da tarde não vale.
Partindo disso, o ultimo foi o after do Time Warp.  Eu ja tinha tocado no festival no começo da noite, ficado bêbado e voltado ao normal umas duas vezes até de manha e, exausto fui abrir o after oficial no Shopping Light.
O lugar encheu bem rápido e ficou muito animado (inclusive eu). Depois de mim era o Denis Sulta que já estava la a algum tempo e me chamou para fazer um back to back. Eu sabia que ele tinha uma onda disco/techno como a minha mas não imaginava que ia dar tão certo. Foi demais. É difícil seu som casar tanto com alguém que você não conhece. Não lembro até que horas nós tocamos, ainda fiquei la até de noite.

MSN: Qual foi a situação mais inusitada que você já testemunhou num after / chill out?

Renato: Desde gente completamente pelada ou o DJ tocar a mesma musica 3 vezes seguidas e nem ele nem o publico perceber, até coisas que eu achei melhor nem mencionar em publico.

MSN: Tocar em afters. Pura diversão ou batalha de DJs fominhas?

Renato: Acho que o mais legal é a bagunça. Tocar com um monte de gente, um DJ mixando um em cima do outro como se o mundo fosse acabar, não ter que seguir nenhuma programação… Quem não entra nessa onda depois de tanto tempo acordado não sabe se divertir

MSN: Descreva o after perfeito

Renato: 60% daquele povo que esta incomunicável num mantra eterno, 40% do povo que chegou de banho tomado e cheio de energia. Pouco álcool.

MSN: Em nossa recente matéria sobre a história das raves, nos demos conta que naquela época o “after” era “durante” o evento. Você acha que era do ficar pra sempre dentro de uma festa acabou?

Renato: Eu particularmente gosto de depois de uma festa, ir para outra, com outro clima, outras pessoas e começar tudo de novo. Mas acabou mesmo ? As pessoas ainda ficam até as 5 da tarde do dia seguinte…

Faltou perguntar: em um after, quanto tempo leva para você encontrar a música?

× Curta Music Non Stop no Facebook