primeira cerimônia do Oscar

História do Oscar: você sabe como surgiu e como foi a primeira cerimônia do prêmio mais famoso da indústria do cinema?

Amanda Sousa
Por Amanda Sousa

Atualmente o Oscar é um dos prêmios mais importantes do mundo da sétima arte. Mas, você sabe como surgiu e como foi a primeira cerimônia?

Nós te contamos agora, tintim por tintim, como tudo começou e como foi a primeira cerimônia de premiação do evento que hoje é um dos mais prestigiados e esperados por milhões de pessoas no mundo inteiro.

No século XX, o cinema americano vinha passando por um processo de expansão, sobretudo na década de 1920. Foi quando grandes nomes do cinema americano resolveram se unir para criar uma organização que fosse responsável por administrar a imagem de Hollywood, o local onde os filmes eram produzidos.

Foi quando nasceu a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas ou Academy of Motion Picture Arts and Science, com a sigla Ampas, no inglês. Essa associação foi oficialmente fundada no dia 11 de maio de 1927 e surgiu de uma ideia de um dos chefes da MGM, Louis B. Mayer. Ela teve como primeiro presidente Douglas Fairbanks, um dos principais atores norte-americanos do começo do século XX.

Os membros que formaram a Ampas decidiram que era necessária a criação de uma cerimônia para premiar os melhores filmes que eram produzidos a cada ano. Assim, em 1927, nascia a ideia que deu origem ao Oscar e a primeira cerimônia aconteceu em 16 de maio de 1929 no Blossom Room do Roosevelt Hotel, em Hollywood e premiou os melhores filmes de 1927 e 1928. 

Primeira cerimônia do Oscar, em 1929. A vencedora do Oscar de melhor atriz Janet Gaynor. (Fonte: Kobal Collection)

Aproximadamente 250 pessoas participaram da cerimônia, que durou apenas 15 minutos.  As primeiras estatuetas eram de bronze, mas durante a Segunda Guerra Mundial – devido à escassez de metais –  os troféus começaram a ser feitos de gesso e logo substituídos pelas atuais figuras banhadas a ouro e prata.

O troféu não foi sempre chamado de Oscar, mas sua forma não mudou desde seu nascimento, exceto quando foi acrescentado um pedestal, em 1945. Uma lenda indica que a responsável pela biblioteca da Academia e eventual diretora-executiva Margaret Herrick achava a estátua muito parecida com seu tio Oscar. Então, seus funcionários começaram a se referir à estatueta como Oscar. Será que foi isso mesmo?

The Blossom Room, Hollywood Roosevelt Hotel, 1929. Foto AMPAS

A primeira cerimônia durou 15 minutos e foram distribuídas 15 estatuetas. Hoje em dia é uma transmissão de mais de três horas vista por cerca de um milhão de telespectadores no mundo. Divulgados inicialmente através de rádio, os prêmios da Academia foram transmitidos pela televisão em preto e branco pela primeira vez em 1953, passando para a transmissão em cores em 1966.

No Brasil, a primeira transmissão do evento ocorreu em 1970, quando a TV Tupi exibiu, ao vivo e via satélite, para várias porções do país (através da Rede de Emissoras Associadas), a cerimônia.

 

Vencedores e indicados

Os vencedores foram anunciados três meses antes da cerimônia e incluíam: Emil Jannings, o primeiro ganhador do prêmio de Melhor Ator (The Way of All Flesh e The Last Command); Janet Gaynor para Melhor Atriz (7th Heaven, Street Angel e Sunrise: A Song of Two Humans); Frank Borzage para Melhor Diretor, drama (7th Heaven); Lewis Milestone para Melhor Diretor, comédia (Two Arabian Knights); e Wings para Melhor Filme (o mais caro de seu tempo).

Frank Borzage, que ganhou como Melhor Diretor na primeira edição do Oscar. Foto AMPAS

Também foram entregues dois prêmios especiais: um a Charlie Chaplin, candidato múltiplo para um filme (melhor ator, melhor roteirista e melhor diretor, comédia em The Circus), que foi removido das listas, de forma a reconhecer a sua contribuição total para a indústria;  e outro para a Warner Brothers, pelo pioneirismo em filmes sonoros (The Jazz Singer). Três categorias foram eliminadas de cerimônias subsequentes: engenharia de efeitos, melhor título e de melhor qualidade artística de produção. 

As maiores produtoras de filmes receberam o maior número de prêmios: Fox Films Corporation, MGM, Paramount Pictures, Radio-Keith-Orpheum e Warner Brothers Production.

Charlie Chaplin e Merna Kennedy em The Circus. Foto: Mondadori/Getty Images

Amanda Sousa

Amanda Sousa é mãe, feminista, tem 30 anos e é formada em Comunicação Social. Natural de São Paulo, atualmente mora em Jundiaí. É apaixonada por música desde que se entende por gente. Vai do punk ao pop, gosta de descobrir sons em todas as vertentes.

× Curta Music Non Stop no Facebook