Oasis

Há exatos 20 anos, o Oasis causou pânico em voo para o Rio de Janeiro. Relembre a treta dos irmãos problema Liam e Noel Gallagher

Jota Wagner
Por Jota Wagner

Antes de tocar no Rock’n’Rio em 2001, o Oasis deu um show surpresa, gratuito e privado para infelizes passageiros e tripulantes de um voo da British Airways de Londres para o Rio.

A banda estava no auge do sucesso. O Oasis havia lançado recentemente o álbum Standing on the Shoulder of Giants e tocado para mais de 1 milhão de pessoas. Os irmãos Noel e Liam Gallagher também estavam surfando na crista da onda do mau comportamento.

Em 1988 já haviam sido banidos da companhia Cathay Pacific por um rolo em um voo de Hong Kong para a Austrália. Graças a um polêmico bolinho (ruim para o paladar dos ingleses), uma discussão envolveu ameaças, agressões e arremesso  de comida na direção do piloto e da tripulação.  Melindrados com a proibição da companhia, Liam respondeu que preferia caminhar por toda a Austrália a subir num avião da Cathay novamente.

Oasis

foto: divulgação

Mas foi com a conterrânea British Airways que a confusão ficou realmente homérica. Momentos antes de virem ao Brasil, Noel apalpou uma atendente de 38 anos enquanto ela checava seu cartão de embarque. O assédio foi levado ao posto policial local.  Não acabou por aí: Liam (pasmem vocês, como dizia vovó) registrou uma reclamação contra a funcionária e os policiais.

Não contente (ou já descontente, como preferir) com a confusão, Liam resolveu infernizar o voo para o Brasil, transformando o que seria uma cansativa travessia sobre o oceano Atlântico em um pesadelo para os tripulantes e passageiros. Primeiro se recusou a parar de fumar durante o voo. Conforme as solicitações dos tripulantes seguiram, surtou de vez. Jogou objetos e comida nas comissárias e em outros passageiros, xingou todo o mundo e não sossegou a peteca nem mediante ameaças de ser amarrado ao assento.

Tudo isso precedeu um show histórico dos ingleses na terceira edição do Rock’n’Rio na capital carioca, quando dividiram os holofotes com a banda Guns’n’Roses. Claro que teve mais polêmica. Na coletiva de imprensa, Os irmãos Gallagher prometeram um show com ar mais limpo, sem rosas nem armas (provocação que lhe rendem mais uma dezenas de manchetes de capa). Durante o show, fãs do Guns colaram para gritar o nome dos ídolos e vaiar o Oasis.

 

 

 

 

× Curta Music Non Stop no Facebook