fita cassete

Depois de Lady Gaga e Björk, gravadora inglesa engorda o hype da fita cassete com série limitada de mixtapes

Por Jota Wagner

A gravadora londrina Fanfare acaba de lançar uma série de mixtapes em fita cassete com design assinado por artistas convidados, levando o hype das fitinhas a outro nível

Os lançamentos e raridades musicais lançados em mídias físicas vem batendo recordes de vendas ano a ano. O website especializado em vendas de discos de segunda mão Discogs divulgou em seu relatório anual um aumento de 40% nas vendas em 2020.  O aumento na procura têm acontecido até mesmo com formatos que até pouco tempo eram visto como “enterrados” por colecionadores, como o caso dos CDs.  Queridinha dos colecionadores a fita cassete, ainda que responsáveis por uma parte muito pequena do mercado de lançamentos musicais, têm apresentado um crescimento espetacular, a ponto de registrar um aumento de 100% em relação a 2020 no mercado europeu.

fita cassete

discografia da cantora Björk em cassete

Artistas como Lady Gaga, Björk, The 1975 e Billie Elish, entre vários outros, têm apostado em lançamentos neste formato, além de trazer de volta às prateleiras toda a sua discografia. O cassete também caiu nas graças dos artistas independentes, como confirma o balanço anual da plataforma especializada em vendas de música e merchandise Bandcamp.

O lançamento do mais recente álbum de Lady Gaga, Chromatica, em maio de 2020 foi um grande impulso para o aumento de vendas registrado em 2020.  Antes dela, Björk relançou toda a sua discografia em uma coleção de fitas com diferentes cores, alcançando enorme sucesso.

O formato de cassete é considerado o mais colecionável dos formatos físicos de música, graças a seu formato retangular e com lomba, o que permite várias formas de organização naquela prateleira privilegiada em sua sala. As caixinhas também permitem encartes dobráveis, dando aos artistas espaço para ilustrações, fotos e textos adicionais sobre o álbum.

A gravadora baseada em Londres Fanfare procurou dar uma passo à frente no cuidado com o lançamento de suas mixtapes causando arrepios nos colecioadores e fetichistas do formato.  Anunciou um série limitada de mixtapes com design assinado por artistas convidados.  As compilações ficaram a cargo de artistas envolvidos com o selo como Cali DeWitt, Luke Overin, e Eddie Langham e abrange diversos estilos, de jazz experimental a ambient music.  A coleção foi lançada na feira Visual Arts Book Fair e pode ser adquirida clicando neste link.

fita cassete

uma das fitas da coleção da Fanfare – foto: divulgação

A onda das fitas cassete também chegou ao Brasil. Diversos artistas brasileiros como …  estão incluindo o formato entre seus lançamentos físicos. Além de várias bandas, três selos independentes têm investido forte no formato. A Tudo Muda Music, de Brasília, a paulista HBB e a Oficina Magnética, que também presta o serviço de produção para quem estiver interessado.

fita cassete

Lançamento da brasileira Oficina Magnética, Lulina Moita

 

 

 

 

Jota Wagner

Jota Wagner escreve, discoteca e faz festas no Brasil e Europa desde o começo da década de 90. Atualmente é editor chefe do Music Non Stop e produtor cultural na Agência 55. Contribuiu, usando os ouvidos, os pés ou as mãos, com a aurora da música eletrônica brasileira.

× Curta Music Non Stop no Facebook