aqui é bahia

Campanha “Aqui é Bahia, aqui é respeito” chama atenção e retrata os maus causados pela intolerância e desrespeito pelo diferente

Por Sergio Borin

Campanha em vídeo lançada pelo governo da Bahia aborda o preconceito de forma direta e vale ser vista em todo o país.

A campanha lançada pelo estado da Bahia ganhou grande repercussão nas redes sociais por abordar de forma clara, objetiva e direta as situações de racismo, gordofobia, homofobia, capacitista, machista e transfobia. Com o slogan “Aqui é Bahia, aqui é respeito” a propaganda veiculada no dia 8 de setembro de 2021, foi produzida pela Secretaria de Comunicação social (Secom-BA) e se destacou de forma positiva pelos internautas que se viram de alguma forma naquelas situações “corriqueiras”. 

Confira o filme:

 

Ficha técnica

(Cliente: Governo do Estado da Bahia. Agência: Leiaute Propaganda. Criação: Rodrigo Soares / Bruno Molicone / Will Vieira. Atendimento: Samantha Marchiori / Karla Sencades. Mídia: Juliana Montenegro / Enrique Cerqueira / Ivna Pires. Planejamento: João Dude / Patrícia Almeida. RTVCW: Marcelo Costa / Márcia Leal. Produtora: Macaco Gordo. Direção: Fabão Ribeiro. Assistente Direção: Bernardo O’dwyer. Fotografia: Rodrigo Maia. Produção: Karina Barbosa / Robson Bispo. Comp. Gráfica: Robson Nunes. Edição e Color: Alexandre Sepulveda. Supervisão de Pós: Polly Prosa. Produtora de Elenco: Bando de Produção. Atendimento: Cau Meirelles. Estúdio de Áudio: Attitude)

 

 

O papel da publicidade não é somente vender produtos ou serviços, é necessário ter responsabilidade social para criar algo tão objetivo e eficaz quanto a campanha “Aqui é Bahia, aqui é respeito” que, pelo segundo ano, oferece a ideia sem rodeios de como é fazer parte de alguma minoria. Em 2019, governo estadual da Bahia lançou a peça publicitária em resposta a censura imposta pelo governo federal ao vetar a propaganda do Banco do Brasil. Você pode conferir aqui:

Num país e mundo que vive numa fase tão polarizada, onde as diferenças são tratadas erroneamente como uma afronta e o ódio estimulado por figuras relevantes na sociedade, o papel da campanha vai além de educar. A forma como peças como essas são concebidas e elaboradas é de suma importância, valorizar a diversidade é o papel de todos. Quando falamos da Aqui é Bahia, aqui é respeito, sabemos que o material foi produzido em conjunto com movimentos e coletivos sociais que lutam em prol dos casos tratados na obra audiovisual, com protagonistas reais e vivem momentos de violência verbal e físicas ali ilustradas.

O sócio da Leiaute Propaganda, Raul Rabelo afirma “a campanha propõe debater um novo modelo de sociedade, baseado no amor e respeito. Combater o ódio é uma tarefa cada vez mais urgente, numa sociedade ameaçada pelo obscurantismo e pela intolerância. Somos um país que mata sistematicamente mulheres, pessoas LGBTQIA+, índios e negros. Transformar essa realidade é dever de todos nós que podemos associar o trabalho criativo com a luta por uma sociedade mais justa, humana e igual”

× Curta Music Non Stop no Facebook