Após a estreia da brasileira Cidade Invisível na Netflix, indicamos 5 séries com personagens mitológicos para assistir

Avatar
Por Yasmine Evaristo

No fim de semana passado estreou Cidade Invisível, drama policial brasileiro com toques de fantasia produzido pela Netflix. Após encontrar um animal morto na praia o detetive Eric (Marco Pigossi) inicia uma investigação ambiental e se envolve com um mundo de entidades míticas. A série foi criada por Carlos Saldanha e roteirizada por Raphael Dracon Carolina Munhoz

É a primeira vez que nós brasileiros assistimos no formato em séries uma obra com tantos elementos da nossa cultura popular. Ainda que tenhamos crescido com variadas versões de O Sítio do Pica-Pau Amarelo, os mitos e elementos folclóricos da cultura brasileira costumam ficar escondidos em curta metragens ou filmes de gênero.

Entretanto os mitos de outros países já são explorados em séries há um bom tempo. Preparamos uma lista para indicar e relembrar alguns seriados que falam sobre o tema. 

American Gods (2017 – )

O seriado mais recente e com maior repercussão, sobre mitologias, provavelmente é Deuses Americanos (American Gods). Baseado no livro homônimo de Neil Gaiman acompanha a vida de Shadow Moon (Ricky Whittle) um egresso que é liberado da prisão após a morte de sua esposa e de seu melhor amigo, em um acidente de carro. Este homem conhece um senhor tão misterioso quanto ele que se denomina Mr. Wednesday (Ian McShane). Assim sendo os dois passam a viajar pelos Estados Unidos visitando os estranhos amigos de Wednesday. 

Assim como no livro a série mistura deuses, divindades e entidades de todas as mitologias que compõem a cultura estadunidense. Além dos mitos antigos (Odin, Ananse, Bastet, etc.), o autor inclui novos mitos: tecnologia, mídia e dinheiro. 

As três temporadas da série se encontram disponíveis no Prime Video

Hércules (1995)

Produzida entre 1995 e 1999 a série para TV, Hércules foi bem popular no Brasil, pois foi exibida pelos canais SBT Record. O enredo é baseado nas lendas dos doze trabalhos realizados pelo protagonista Hércules (Kevin Sorbo), filho de Zeus, deus do Olímpo, com a mortal Alcmena. 

O semideus, com a ajuda de seu amigo Iolaus (Micahel Hurst) usa de sua benevolência para ajudar as pessoas e de seu instinto de aventura para enfrentar monstros míticos. Inegavelmente a personagem é um dos mais reproduzidos no cinema e também tem uma série animada, voltada pro público infantil, produzida pela Disney. 

No Brasil é possível adquirir a primeira temporada da série no site da 1 Films.

Xena (1995)

Criada para ser uma personagem da série Hércules a personagem Xena ganhou sua série solo em setembro de 1995. A protagonista é uma jovem que foge de sua vila e se torna uma ladra e assassina. Após alguns anos a mulher decide se redimir de sue passado criminoso e passa a ajudar pessoas usando de seus conhecimentos e habilidades. 

A trama bem como em Hércules é ambientada em meio a cultura greco-romana, na qual humanos e deuses coexistiam e se relacionavam. Além disso a personagem se transformou em um ícone de representação feminista de tal forma que ganhou sequencia em quadrinhos entre os anos de 1997-2007.

No Brasil é possível adquirir a série completa no site da 1 Films.

Ragnarok

Nesta narrativa de formação o jovem Magne (David Stakson) descobre ter os poderes de Thor, rei do trovão. A série é uma produção polonesa e aborda o ambiente escolar, conspirações governamentais e mitologia nórdica. 

Contudo os plots deixam a desejar, mas a trama não é enfadonha. As locações  são muito bonitas e a relação entre homem e natureza que é explorada para justificar fenômenos naturais, assim como nas histórias tradicionais. 

A primeira temporada está disponível na Netflix

Avatar: a Lenda de Aang

A série estadunidense que mescla os estilos de manga e animação americana decerto é uma das mais lembradas quando se trata de citar séries de fantasia. Sua história se passa em um mundo em que humanos e híbridos convivem em harmonia.

Apesar da série não ser sobre alguma fígura mitológica, em sua concepção os criadores,  Michael Dante DiMartino e Bryan Konietzko se inspiraram em  mitologias do norte asiático, arte chinesa e aspectos de religões e filosofias como budismo e hinduísmo.

A série completa pode ser assistida na Netflix

× Curta Music Non Stop no Facebook