Tina Turner

Antes tarde do que nunca! Tina Turner é consagrada no Rock’n’Roll Hall Of Fame

Por Sergio Borin

Demorou, mas aconteceu: Tina Turner entra no quadro das lendas consagradas e homenageadas no famoso Rock & Roll Of Fame.

No último sábado, dia 30 de outubro, a lenda do rock recebeu um tributo a sua altura com participação de H.E.R e Keith Urban interpretando uma das suas obras mais relevantes, a música “It’s Only Love”. O dueto originalmente interpretado por Tina e Bryan Adam ganhou a releitura durante a cerimônia sediada em Rocket Mortgage Fieldhouse de Clevenland, Estados Unidos. 

A cantora que atualmente reside na Suíça não pôde comparecer pessoalmente na comemoração, mas encaminhou um vídeo juntamente com agradecimentos especiais para o evento: “Como você certamente pode dizer pelo meu sorriso radiante: Estou emocionado por agora ser oficialmente introduzido no Hall da Fama do Rock and Roll como um artista solo. Que honra! Sou grata a tantas pessoas queridas que acreditaram em mim e me apoiaram em minha jornada aqui – especialmente vocês, meus fãs. Continue agitando! 💃🏿 Com amor, Tina.” e finalizou elogiando a estatueta “A propósito: bela estátua @rockhall! Obrigado!”. 

https://www.instagram.com/p/CVsTZwtoOFl/

Tina Turner é sem dúvida uma das vozes mais importantes de todos os tempos, com seu estilo refinado e único. 

Tina Turner

foto: diulgação

Nascida em 1983, Tina é original em Nutbush, nos Estados Unidos, a cantora, compositora, dançarina e atriz, Anna Mae Bullock renunciou a cidadania estadunidense em 2013 ao transferir a sua nacionalidade para a Suíça. Segundo ela mesma, não sentia-se parte do país ao declarar nenhum laço emocional com o país da América do Norte. Tina Turner reside atualmente em Küsnacht com o marido. 

Artista desde a infância, Anna Mae Bullock iniciou a sua carreira no coral da igreja, mostrando os vocais muito promissores, o que resultou no seu nome inserido na lista de maiores cantores de todos os tempos, da revista Rolling Stone. Tina Turner iniciou sua carreira profissional em 1955, com a banda The Kings of Rhythm, mas foi no início dos anos 60 que ela começa a se destacar ao lado de sua então dupla, o dueto chamado Ike & Tina Turner.  Depois disso, apenas subiu e transformou canções, como “A Fool in Love” (1960),  “River Deep – Mountain High” (1966), “Tina Turns the Country On!” (1974), “Acid Queen” (1975),  em gigantescos sucessos mundiais e eternos. Carreira tão bem sucedida que vendeu mais de 300 milhões de discos pelo globo terrestre em sessenta e três anos de estrada.

Agora, mais do que nunca, a ganhadora de 12 Grammys e dona da turnê que mais arrecadou em bilheterias por suas turnês na história, se eterniza!

 

× Curta Music Non Stop no Facebook