Pet Shop Boys: fizemos o almanaque definitivo sobre a dupla inglesa para você se preparar para os shows no Brasil

Jota Wagner
Por Jota Wagner

Dupla de synthpop mais bem-sucedida do planeta, os Pet Shop Boys voltam ao Brasil, país que adoram, para cinco shows da turnê Super, incluindo o festival Rock in Rio, onde se apresentam dia 15. Para os fãs de São Paulo, o dia 19 será uma terça-feira feliz, pois é quando os “meninos da loja de bichinhos de estimação” se apresentam no Espaço das Américas. Restam alguns ingressos, então é bom não bobear. As outras datas no Brasil são 17 de setembro, em Brasília, 21/9, Curitiba, e 23/9, Porto Alegre.

O duo conquistou ao longo de seus 13 álbuns uma unanimidade pouco comum. Suas músicas rolam no fervo do underground mais secreto, mas também são sucesso nas festas de firma ou no casamento daquela prima careta. São ativistas dos direitos gays desde sempre e sua plateia é formada por héteros e gays que estão pouco ligando pra o que vão falar se forem vistos dançando abraçados cantando hinos como Go West, Domino Dancing, Suburbia, It’s A Sin, What Have I Done to Deserve This, e tantas outras. Vai ser especialmente incrível se eles tirarem da cartola a faixa Se A Vida É, de 1996, que mostra o amor deles pelo público brasileiro.

Os Pet Shop Boys sofisticaram a dance music com seus arranjos, capricharam em letras inteligentes e doses certas de bom humor e leveza. Com isso, conquistaram boa parte do mundo. “Embora vemos o mundo com diferentes olhos, nós compartilhamos a mesma idéia do paraíso”. A vida é assim! Eu te amo! Bora todo mundo pular na piscina!

Com a proximidade do show e também para demonstrar o nosso amor pelos PSB, criamos o almanaque definitivo do Music Non Stop para você se preparar para recebê-los com tudo o que importa sobre a dupla bem fresquinho em seu hipotálamo.

FICHA TÉCNICA 

Formação:
Neil Francis Tennant, nascido em 10/07/1954 em North Shields, Inglaterra

Cristopher Sean Lowe, nascido em 04/10/1959 em Blackpool, Inglaterra

New Castle – cidade onde moraram na adolescência e fizeram vários amigos, como Chris Dowel, homenageado na canção Being Boring.

Londres – Após se conhecerem em King´s Cross, Neil e Chris formam o Pet Shop Boys

Data de formação da banda: 19/08/1981, após um encontro informal em King’s Cross, Londres.

Origem do nome: amigos que trabalhavam em uma Pet Shop em Ealing. “Nós achamos que soava como um nome de grupo de rap!”.

Álbuns: 13
Mudanças na formação: 0

Mudanças na formação ao longo desses 36 anos? Não, obrigado.

INTERSEÇÕES MUSICAIS

Muitos artistas transitaram pelo Pet Shop World, confira alguns:

Dust: banda folk que teve Neil Tennant no violão, antes do PSB

Stallion: a band de heavy metal já teve Chris Lowe como seu tecladista.

One Under The Eight: depois de deixar o Stallion e antes de montar o Pet Shop Boys, Chris se aventurou como trompetista dessa big band.

Madonna: a dupla remixou o single Sorry.

Gwen McRae: a versão electropop de You Are Always On My Mind (famosérrima na voz de Elvis Presley) se tornou um dos maiores sucessos comerciais da banda.

YOU ARE ALWAYS ON MY MIND – PET SHOP BOYS

Dusty Springfield: gravaram, compuseram, se apresentaram em dueto e produziram a cantara, de quem eram grandes fãs.

Liza Minnelli: compuseram e produziram a atriz em seus projetos musicais.

LIZA MINNELLI & PET SHOP BOYS @TERRY WOGAN SHOW

U2: gravaram Where The Streets Have No Name, em 1990, apenas três anos depois de a faixa ter sido apresentada ao mundo originalmente no álbum The Joshua Tree. A música virou um improvável medley com I Can’t Take My Eyes Off You , do Frankie Valli. A idéia de juntar as duas músicas não agradou muito a Bono. Em uma festa na casa de Elton John, as provocações do líder do U2 tomaram conta da noite. “It´s all about rock versus pop, you know?”. A birra acabou em um desafio por pular na piscina. Bono pulou primeiro, Neil acompanhou. Depois de ambos ensopados, Bono finalizou: “Ok, rock one, pop one”.

WHERE THE STREETS HAVE NO NAME (I CAN’T TAKE MY EYES OFF YOU) – PET SHOP BOYS

David Bowie: a incrível Hallo Spaceboy teve participação da dupla na gravação.

Village People: gravaram Go West, outro enorme sucesso da dupla.

Lady Gaga: Remixaram Eh, Eh (Nothing Else I Can Say).

Hammstein: Remixaram Mein Teil.

Leonard Bernstein: gravaram Somewhere

Bruce Springsteen: gravaram Last to Die.

Gloria Gaynour: Tocaram I Will Survive em shows durante algumas turnês.

Michael Jackson: a bateria de Billie Jean serviu de base para West End Girls na primeira versão produzida por Billy O. em 1984.

WEST END GIRLS – PET SHOP BOYS (ORIGINAL MIX)

PET SHOP FACTS

Causos Pet Shop Boyanos

Nos anos 70, Chris Lowie tocava trombone numa banda chamada One Under The Eight, equanto Neil Tennant era funcionário da Marvel Comics. Mais tarde, Tennant entrou para o time da revista de música pop Smash Hits.

O nome Pet Shop Boys foi inspirado em amigos que trabalhavam num pet shop.

Na primeira entrevista dos Pet Shop Boys para a TV, Chris Lowie dormiu durante o programa. Foi para o jornal matutino Breakfast Time, que passava de manhãzinha na TV Inglesa. Enquanto Neil Tennant respondia as perguntas, Lowie aproveitou para dar uma cochilada.

Por um tempo, Neil Tennant tocou os dois empregos, o trabalho como jornalista na revista Smash Hits e os Pet Shop Boys. Nessa época, entrevistou artistas que estavam, assim como os PSB, estourando no pop inglês: Yazoo, Depeche Mode, Kajagoogoo, Madness e The Police.

Neil Tennant na época em que trabalhava fazendo entrevistas para a revista Smash Hits

O primeiro show dos Pet Shop Boys no Brasil foi classificado pela Folha de São Paulo como “espetáculo dos mais cafonas de que se tem notícia, que fariam corar Gretchen ou Charo”. Ainda bem que eles não ligaram pra isso e visitaram o país diversas vezes. Em 1994 (Rio e SP), 2004 (Tim Festival São Paulo), 2007 (Rio, São Paulo, BH e Porto Alegre), 2009 (BH, Brasília, SP e Rio), 2010 (Golden Hall – SP – A banda veio exclusivamente para um evento fechado da operadora de TV Sky) e 2013 (São Paulo).

Neil Tennant é famoso pela quantidade de stalkers no seu pé. O caso mais notório foi o de uma garota que alegava ter todas as lâminas de barbear usadas pelo cantor, catadas no lixo de sua casa.

Para homenagear o público brasileiro, a dupla fez a música Se A Vida É (That’s The Way Life Is), que na verdade deveria se chamar A Vida É Assim, já que a vontade da dupla era verter a frase em francês c’est la vie para o português. A música faz parte do disco Bilingual, lançado dois anos depois da primeira passagem do duo pelo Brasil, em 1994. Com certeza ninguém ficou chateado pelo erro na tradução, a música é adorada por aqui.

Em 2009, a associação protetora de animais PETA fez uma campanha para que a dupla mudasse seu nome para Rescue Shelter Boys (!!!) para apoiar o protesto contra maus tratos de animais em pet shops. Neil e Chris mandaram um “vou pensar” e ficou por isso mesmo.

Em 2010, os Pet Shop Boys estiveram em São Paulo para tocar exclusivamente num evento corporativo. Chacoalhando os penduricalhos na plateia estavam celebridades como Pelé, Romário, Hebe Camargo e Fernanda Lima. Ninguém escapa de uma “festa da firma”!

O EP Compiled, com cinco músicas e apenas vinte cópias prensadas, lançado como prêmio a ganhadores de uma promoção da Radio One em 1993, é o item mais raro dos Pet Shop Boys. Vale mil libras.

Apesar do assombroso tamanho dos Pet Shop Boys na Inglaterra, Kylie Minogue e a gravadora não gostaram da produção da música Falling, que a dupla deu para ela colocar em seu primeiro álbum pela Parlophone em 1994. A cantora decidiu aproveitar a faixa, mas chamou Terry Farley e Pete Heller para refazê-la, o que não deixou os PSB muito felizes. Os amigues fizeram as pazes anos mais tarde e Kylie consertou tudo gravando In Denial com eles cinco anos depois.

FALLING – KYLIE MINOGUE

Chris Lowie usa em shows e no estúdio seu exclusivo Neillotron. Um teclado carregado com samples da voz de Neil, que ele toca para emular um grupo de backing vocals. O nome foi inspirado no antigão Melotron, usado para fins parecidos.

A maior referência dos Pet Shop Boys foi o produtor nova-iorquino de disco music Bobby O. Quando a Smash Hits mandou Neil para a Nova York para entrevistar o trio The Police, ele tratou de descolar um encontro com Bobby. Neil chamou-o para produzir o primeiro single da dupla, West End Girls.
A clássica canção, até hoje um dos maiores sucessos da dupla, foi produzida por Bobby em 1984. Cientes do potencial da faixa, eles gravaram tudo de novo, desta vez foram produzidos por Stephen Hague, e relançaram no ano seguinte. É essa a versão que você e o resto do mundo conhecem. A letra tem influências de TS Elliot e Grandmaster Flash.

WEST END GIRLS – PET SHOP BOYS

Being Boring é sobre a morte de um grande amigo da dupla, Chris Dowell, vítima da AIDS en New Castle em 1989. A letra surgiu de uma frase sobre Zelda Fitzgerald: “she was never bored mainly because she was never boring”.

BEING BORING – PET SHOP BOYS

O PSB tem três trilhas sonoras lançadas. Uma para um musical, Closer To Heaven, outra para um filme, Battleship Potemkin, e a terceira para um balé, The Most Incredible Thing.

O apresentador de TV Jonathan King processou (e perdeu) os Pet Shop Boys por plágio, acusando-os de terem copiado melodias da música Wild World, de Cat Stevens, para usar no superhit It’s A Sin. A dupla recebeu ainda uma indenização por danos morais paga pelo apresentador e a doou para a caridade. A letra de It’s A Sin critica a postura católica de classificar tudo como pecado. Neil cresceu em um colégio católico e a frase final, em latin, significa “Pai, perdoe-me meus pecados. É minha culpa!”.

IT’S A SIN – PET SHOP BOYS

 

SALA DE TROFÉUS PSB

36 músicas no Top 20 inglês
22 no Top 10
11 álbuns no top 10
100 milhões de discos vendidos no mundo todo
2 indicações ao Grammy
Considerado o artista de maior sucesso no pop eletrônico inglês.

TIMELINE E DISCOGRAFIA 

1981 – Ano de criação da dupla

1984 – Lançamento da versão que não bombou de West End Girls com One More Chance como lado B.

1985 – Relançamento repaginado de um dos maiores sucessos da dupla, West And Girls. Os PSB ainda lançaram outro compacto neste ano: One More Chance (também regravada após terem descartado a produção anterior de Bobby O) / In The Night.

1986 – Lançamento do álbum Please (Parlophone Records) e o disco de remixes Disco 1. Os singles previamente lançados de Please, já em 86, foram Love Comes Quickly, Opportunities (Let´s Make Lots of Money), Suburbia e, exclusivamente na Itália, Paninaro. A dupla lança também o videoalbum Television.

OPPORTUNITIES (LET’S MAKE LOTS OF MONEY)

1987 – Actually (Parlophone Records) é lançado e ganha disco de ouro nos EUA e platina na Inglaterra. Os singles que precederam o lançamento do disco foram It´s a Sin, What Have I Done to Deserve This (com participação de Dusty Springfield) Rent e Heart.

WHAT HAVE I DONE TO DESERVE THIS – PET SHOP BOYS

1988 – Introspective (Parlophone Records) ganha ouro e platina em diversos países após seu lançamento. Seus singles de promoção foram Always On My Mind, Domino Dancing, Left to My Own Devices e It´s Alright. Showbusiness, segundo lançamento em vídeo da dupla, traz material do álbum Actually.

DOMINO DANCING – PET SHOP BOYS

1989 – Além da compilação In Depth , a dupla lança em vídeo o show Highlights, gravado ao vido na Wembley Arena em junho.

1990 – Lançado mais um álbum, Behaviour. Singles de So Hard, Being Boring, How Can You Excpect To Be Taken Seriously e Where The Streets Have No Name impulsionam o disco.

1991 – Discography – Compilação. Dois singles exclusivos para esta primeira coletânea foram lançados: DJ Culture e Was It Worth It?. A dupla lançou também neste ano duas coletâneas de vídeos, Promotion e Videography. O negócio é não deixar a peteca cair.

1993 – Lançamento de Very precedidos pelos singles Can You Forgive Her?, Go West, I Wouldn´t Normally Do This Kind Of Thing, Liberation e Yesterday When I Was Mad. Mais dois lançamentos incrementam a videoteca da banda neste ano: Performance, com entrevistas e registros de um show em Birmingham, e Projections, com as imagens usadas no telão das tours, criadas por Derek Jarman.

KING’S CROSS (PROJECTIONS) – PET SHOP BOYS

1995 – Alternative – Coletânea de lados B e versões alternativas com single de Paninaro ’95. O DVD Various registra videos do disco Very, de 1993. Além disso, a gravadora lança o vídeo Discovery, com o registro do show da banda no Rio de Janeiro, em sua primeira passagem pelo Brasil.

DVD DISCOVERY LIVE IN RIO

1996 – Bilingual, álbum lançado após a primeira visita ao Brasil, com diversos links com o país, incluindo a música Se a Vida É e samples de Astrud Gilberto. Os singles escolhidos para este disco foram Before, Se A Vida É (That´s The Way Life Is), To Step Aside, Bilingual, A Red Letter Day e Somewhere. Participaram neste ano de um dueto com David Bowie, na faixa Hallo Spaceboy.

1998 – Essential – compilação lançada somente nos Estados Unidos e Japão

1999 – Nightlife – álbum precedido pelos singles I Don’t Know What You Want But I Can’t Give It Anymore e New York City Boy.

2000 – You Only Tell Me You Love Me When You’re Drunk é lançado como single atrasado de Nightlife.

2001 – Closer to Heaven – Trilha sonora premiada do musical de Jonathan Harvey. Sai também o single Break 4 Love do projeto The Collaboration, formado por Pet Shop Boys e Peter Rauhofer. o DVD Montage reune vídeos da tour Nightlife em Dortmund.

2002 – Mais um álbum para a coleção, Release. Os singles são Home And Dry e I Get Along. Para movimentar home theaters pelo mundo: Somewhere: Live At The Savoy registra o show da dupla no teatro londrino em junho de 97.

2003 – Os Pet Shop Boys lançam Pop Art, uma compilação de músicas e outra de vídeos, além da coletânea de remixes Disco 3. Prensado somente como cópia promocional no Reino Unido e na Alemanha, mais uma faixa do disco Release. Para promover a compilação, a Parlophone lança o single Miracles.

2005 – Battleship Potemkin – Trilha sonora do filme de Sergei Eisenstein.

2006 – Fundamental e o disco ao vivo Concrete. Os singles tirados do álbum são I’m With Stupid, Minimal e Numb. O documentário originalmente exibido no Channel 4, A Life In Pop, o mais bacana para entender os Pet Shop Boys, é lançado em DVD.

VEJA O DOCUMENTÁRIO A LIFE IN POP SOBRE OS PSB

2007 – Coletânea de remixes Disco 4. Uma versão exclusiva para download é disponibilizada, da canção Integral. Neste mesmo ano os Pet Shop Boys se unem a Robbie Williams para lançar She’s Madonna. o DVD Cubism, registro de um show da dupla no México, é lançado.

2008 – Ano de colaborar com os amigues. Os PSB se unem a Sam Taylor Wood para lançar o single I’m In Love With A German Film Star.

2009 – Os singles Love Etc, Did You See It Coming? e (somente na Alemanha) Beautiful People promovem o novo álbum, Yes. A gravadora lança também o EP Christmas e a compilação Party, lançada somente no Brasil. A compilação brasileira teve a mesma capa do EP.

Disquinho que saiu apenas no Brasil: Party

2010 – Ultimate, outra compilação, e o disco ao vivo Pandemonium. O single Together é lançado, retirado da coletânea. Para comemorar o Record Store Day, no Reino Unido, os Pet Shop Boys lançam uma edição limitada do single de Love Life.

2011 – The Most Incredible Thing – Trilha sonora para balé de Ivan Putrov apresentada no Sadler’s Wells Theatre em Londres, baseada em contos de Hans Christian Andersen.

2012 – Winner, Leaving e Memory Of The Future são os singles lançados do novo álbum Elysium. No mesmo ano saiu a coletânea de lados B Format.

2013 -O álbum Electric é lançado. Seus singles são Axis, Vocal, Love Is a Burgeois Construct e Thursday. Outro disco é lançado exclusivamente para o Record Day Store, o Fluorescent.

2016 – Super, o mais recente álbum da banda, é o motivo da tour que você verá passar pelo Brasil. Foi promovido pelos singles The Pop Kids, Twenty Something, Inner Sanctum (lançado somente em vinil), Say It To Me e Undertow (edição limitada).

 

PET SHOP BOYS THE SUPER TOUR EM SÃO PAULO

Terça, 19 de setembro, a partir das 22h
Espaço das Américas
Rua Tagipuru, 795 – Barra Funda
Preços: de 120 (meia-entrada pista) a R$ 440 (pista premium)
Classificação: 18 anos. Menores de 18 anos podem entrar acompanhados dos pais ou responsável maior de idade.
Realização: Mercury Concerts
Clique aqui para comprar seu ingresso

× Curta Music Non Stop no Facebook