Oscar 2021: Uma edição marcada pela diversidade e representatividade, apontando um futuro para a indústria do cinema.

Por Amanda Sousa

Diversidade foi a palavra de ordem dessa edição do Oscar 2021.

Pela primeira vez na história do Oscar, quase metade dos indicados nas categorias de atuação (9 de 20) eram artistas negros, e mais mulheres (70) foram indicadas nas 23 categorias do que em qualquer ano anterior. Vale lembrar aqui que alguns anos atrás a hashtag #OscarsSoWhite dominou a mídia social e destacou a falta de diversidade dentro da Academia. No ano passado, nos minutos finais da transmissão do Oscar, Spike Lee entregou o prêmio de Melhor Filme ao produtor e diretor sul-coreano Bong Soon Ho por Parasite. A vitória faz parte da tendência geral de maior diversidade no Oscar.

Tempo Real: Todos os indicados – e vencedores – do Oscar 2021 em um só lugar. Acompanhe nossa lista definitiva e fique por dentro da premiação

Outro ponto a ser destacado é a consciência social presente nos filmes indicados este ano, como Judas e o Messias Negro (Daniel Kaluuya ganhou como Melhor Ator Coadjuvante), Os 7 de Chicago e Uma Noite em Miami.

Daniel Kaluuya ganhou como Melhor Ator Coadjuvante em Judas e o Messias Negro

Histórias de marginalização social a gente pode ver em Nomadland. E Chloé Zhao venceu na categoria de Melhor Direção. Ela já era uma das grandes cotadas para o prêmio. Já o Som do Silêncio traz um baterista de heavy metal que pisa em território desconhecido quando sofre uma perda auditiva severa. Este, por sua vez, levou a estatueta na categoria de Melhor Som, categoria técnica importantíssima.

Nomadland

A Voz Suprema do Blues ganhou na categoria de Melhor Maquiagem e Cabelo. Esta é a primeira vez na história que uma mulher – e uma mulher negra – leva o prêmio nesta categoria. Além disso, o filme levou também na categoria de Melhor Figurino. Mérito de Ann Roth, de 89 anos. Este é o segundo Oscar da profissional, que já havia ganhado por O Paciente Inglês.

Amanda Sousa

Amanda Sousa é mãe, feminista, tem 30 anos e é formada em Comunicação Social. Natural de São Paulo, atualmente mora em Jundiaí. É apaixonada por música desde que se entende por gente. Vai do punk ao pop, gosta de descobrir sons em todas as vertentes.

× Curta Music Non Stop no Facebook