rede social Be Real

Nova rede social se define como “anti-Instagram”, foca na vida real e faz sucesso. Conheça a Bereal

Por Sergio Borin

Aplicativo Be Real se considera o “anti-Instagram” e promete trazer a vida real ao mundo das redes sociais.

E não é que os anos 2000 está voltando com tudo; além da moda e da estética musical (como, por exemplo o boom do pop-punk de novo nas rádios e streams), parece que essa tendência vai transbordar para o estilo de vida digital. Recentemente, com o anúncio da compra do Twitter pelo Elon Musk, o criador do Orkut divulgou uma carta aberta onde dizia que a rede social vintage pode voltar a qualquer momento. Ainda nessa “vibe retrô”, a BeReal tenderá a usar os mesmos moldes  do finado Fotolog, berço de muitos influencers trintões, para fincar sua bandeira e conquistar a Geração Z. 

BeReal: rival do Instagram mostra que o real também pode ser chato - TecMundo

O Instagram está passando por uns maus bocados. Desde o início das polêmicas geradas ao redor do Mark Zuckerberg e uso duvidoso de dados, as redes relacionadas ao nome Meta (Facebook, Instagram e WhatsApp) recebem enxurradas de críticas diariamente por conta do senso não tão real presente em suas plataformas. E é nessa premissa que a BeReal busca encontrar espaço e conquistar fãs pelo mundo. 

O potencial do concorrente direto do Instagram está em alta. Criado e lançado em janeiro de 2020, a rede tem grande chance de ser o inimigo número 1 do Zuckerberg. A ameaça é pautada pelos altos números de downloads e inscrições na plataforma. Segundo o instituto data.ai, o aplicativo cresceu 315% desde o início do ano. Número bastante significativo quando falamos de usuários ativos. O diferencial dessa rede anti-instagram é basicamente ser o oposto da maior rede social de hoje em dia, explorando a vida real dos usuários, permitindo-lhes postar somente uma vez ao dia e sem aceitar filtros e edições: a vida real no mundo digital que parecia estar ofuscada nos últimos anos pela atmosfera artificial tão presente no Instagram e Facebook.

A rede social promete não deixar a ganância por likes chegar em suas terras. Sem poder publicar mais de uma vez, os usuários também não terão as interações calcadas em números. Para criar uma publicação, as pessoas tem dois minutos para realizar a foto com a câmera traseira ou frontal e publicar para o seu público. Iniciativa bem interessante, que chama atenção da enorme quantidade de pessoas que estão cansadas e afetadas emocionalmente com todas as inúmeras formas de comparação com aquilo que nem verdadeiro é. Sem seguidores, você tem a possibilidade de compartilhar o seu momento diário com seus amigos na plataforma ou postar para todos ali presentes. As diferenças não acabam aqui, para acessar as publicações, você terá que criar e postar a sua primeira. 

O aplicativo já está disponível em terras brasileiras para usuários de iPhone (Apple Store) e Android (Play Store). Para realizar o cadastro basta baixar e preencher os seus dados. O app pede data de nascimento, confirmação do número do celular e nome completo.

× Curta Music Non Stop no Facebook