Oficina de cinema

Mostra de Cinema da Mulher começa nesta sexta-feira com programação online

Por Amanda Sousa

O Coletivo Baciada das Mulheres do Juquery, de Franco da Rocha, realiza a VI edição da Mostra de Cinema da Mulher, de 01 a 10 de outubro de 2021. Este ano, por conta da continuidade da pandemia, a equipe optou por realizar o evento em formato híbrido, com exibições virtuais, por meio do Youtube, e presenciais em paredões de bairros de Franco da Rocha/SP.

As exibições presenciais vão acontecer entre os dias 01 e 03 de outubro, em três bairros da cidade: Vila Lemar, Bom Tempo e Jardim Bandeirantes, apenas para moradores locais, que poderão assistir em segurança, das janelas de suas casas. E de 07 a 10 de outubro, a programação completa estará disponível online, com debates dos filmes através de lives.

A VI Mostra busca discutir, por meio de produções cinematográficas, diferentes realidades femininas, e traz como temas: Mulheres e resistência; políticas públicas voltadas às mulheres; mulheres e a quebra do tradicional e também filmes com temáticas livres, abordando educação, política e moradia. Ao todo, foram selecionados 12 curtas-metragens dirigidos por mulheres. 

Este ano, a VI Mostra foi contemplada pelo ProAC editais e é uma realização da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Governo do Estado de São Paulo, e conta com apoio da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SAP)  e parceria com o coletivo Barróka e Associação Cultural CONPOEMA.  

Oficina de cinema

Foto divulgação Mostra de Cinema da Mulher

PROGRAMAÇÃO – VI MOSTRA DE CINEMA DA MULHER | DE 01 A 10 DE OUTUBRO

Dias 01, 02 e 03 de outubro

Exibições presenciais em bairros de Franco da Rocha/SP, apenas para moradores locais.

Dia 01/10 – 19h –  Vila Lemar (Casa da Penha, com visão para a Rua Canárias)
Dia 02/10 – 19h – Bom Tempo (No CDHU, condomínio G2, entre os blocos H e I)
Dia 03/10 – 19h – Jd. Bandeirantes (No Condomínio Varsóvia, no bloco D)

 

Exibição dos filmes:

  • A única coisa que entendo como norte é a liberdade – Direção: Luciana Cezário | Documentário – Belo Horizonte/MG – Indicação etária: livre 
  • Mulheres de fé – Direção: Bruna Santos e Dalila Ramos | Documentário – Santos/SP – Indicação etária: livre
  • Casa com parede – Direção: Dênia Cruz | Documentário – Natal/RN – Indicação Etária: livre

 

Dia 07 de outubro – Mulheres e resistência

Exibições online durante as 24h do dia através do YouTube, e debate às 19h. Debatedora dos filmes: Jordana Braz 

Participação: MC Chai

Mulheres indígenas na luta contra os efeitos da colonização, uma mulher negra que teve seu filho assassinado e o grito da artista negra, gorda e periférica sendo focos de resistência.

  • Filme: Nakua pewerewerekae jawabelia/ Hasta el fin del mundo/ Até o fim do mundo

Direção: Margarita Rodriguez Weweli-Lukana e Juma Gitirana Tapuya Marruá
Indicação etária: Livre
Gênero: Experimental
Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ & Puerto Gaitán/Vichada (COLÔMBIA) 2019

  • Filme: Braços Vazios

Direção: Daiana Rocha
Indicação etária: 16 anos
Gênero: Drama
Vila Velha/ES 2018

  • Filme: Grito – Mini Doc

Direção: Vive Almeida e Julia Zulian
Indicação etária: livre
Gênero: Documentário
Jundiaí/SP – 2021

Dia 08 de outubro – Políticas públicas para mulheres

Exibições online durante as 24h do dia através do YouTube, e debate às 19h.

Debatedora dos filmes: Pamela Gabrielle

O acesso a um parto respeitoso, meninas internas na fundação casa e a vida de uma mulher que esteve em situação de rua, trazem o debate da importância da criação e manutenção de políticas públicas voltadas às mulheres. 

  • Filme: Da casinha para vida 

Direção: Cíntia Lima e Eve Costa
Indicação etária: 12 anos
Gênero: Documentário
Nilópolis/RJ – 2019

  • Filme: Meninas (In)visíveis

Direção: Isabela Aleixo e Karla Suarez
Gênero: Documentário
Indicação etária: 12 anos
Rio de Janeiro/RJ – 2018 

  • Filme: Lora

Direção: Mari Moraga
Indicação etária: 12 anos
Gênero: Documentário
São Paulo/SP – 2020

Dia 9 de outubro – Mulheres e a quebra do tradicional

Exibições online durante as 24h do dia através do YouTube, e debate às 19h.

Debatedora dos filmes: Vita Pereira

Uma mãe solo pedreira que cuida dos três filhos; uma mulher negra e trans à frente de uma igreja evangélica e uma monja num templo budista; e uma travesti que é amada e se casa. Três mulheres que saem da lógica do que lhes é imposto tradicionalmente.

  • Filme: Rejunte

Direção: Giulia Baptistella
Indicação etária: 16 anos
Gênero: Documentário
Salto/SP – 2019

  • Filme: Mulheres de fé

Direção: Bruna Santos e Dalila Ramos
Indicação etária: livre
Gênero: Documentário
Santos/SP – 2019 

 

  • Filme: Babi & Elvis

Direção: Mariana Borges
Indicação etária: 12 anos
Gênero: Documentário
Belo Horizonte/MG – 2019

 

Dia 10 de outubro – Tema Livre

Exibições online através do canal do YouTube durante as 24h do dia

Política, direito à moradia e a escola como espaço de democracia e liberdade, trazem a discussão das problemáticas existentes em nosso país.

 

  • Filme: Ultraderecha troll

Direção: Amora Ju | Da Matta Beat.zzz | Mercedes Elena | Rafael Leopoldo
Classificação etária: 16 anos
Gênero: Experimental
Caieiras/SP / Niterói/RJ / (Lima/PERU) / Belo Horizonte/MG – 2021

 

  • Filme: Casa com parede

Direção: Dênia Cruz
Indicação etária: livre
Gênero: Documentário
Natal/RN – 2019

 

  • Filme: A única coisa que entendo como norte é a liberdade.

Direção: Luciana Cezário
Indicação etária: livre
Gênero: Documentário
Belo Horizonte/MG – 2021

 

O Coletivo

Formado por artistas e moradoras da cidade de Franco da Rocha/SP, o Coletivo Baciada das Mulheres do Juquery, foi criado em agosto de 2015 com o intuito de dialogar com a comunidade sobre a realidade e problemáticas enfrentadas pelas mulheres na sociedade contemporânea, através do ativismo artístico feminino, e realiza desde 2016 a Mostra anualmente, dando visibilidade para as produções cinematográficas de mulheres brasileiras, e fortalecendo a rede de apoio entre mulheres.

Amanda Sousa

Amanda Sousa é mãe, feminista, tem 30 anos e é formada em Comunicação Social. Natural de São Paulo, atualmente mora em Jundiaí. É apaixonada por música desde que se entende por gente. Vai do punk ao pop, gosta de descobrir sons em todas as vertentes.

× Curta Music Non Stop no Facebook