Gustavo FK

Gustavo Fk fala sobre seu retorno à Tropical Disco Records com a track “Cadê o Baile?”

Por Music Non Stop

Após suporte inusitado pela Defected Radio Show com ´Unified´, Gustavo Fk fala a respeito do processo de criação de seu novo single pela Tropical Disco Records, a ´Cadê O Baile?´

por Louise Lamin

Se você está em busca de um ritmo dançante e tropical, encontrou aqui todo o baile que precisa. Após uma ótima sequência de lançamentos — como o de “Unified”, com Camila Jun e o lendário Mr. V, no qual recebeu suportes da Defected Radio Show, no final de maio — o DJ e produtor Gustavo Fk faz seu retorno à Tropical Disco Records fazendo jus ao nome que a gravadora britânica carrega com uma track cheia de balanço, como pede uma boa pista de House Music.

A composição de “Cadê o Baile?” encaixa perfeitamente na proposta da label, que desde 2018 busca trazer ao público uma curadoria única, mesclando house, disco, soul, boogie e jazz. E é isso que Gustavo Fk entrega, com muita classe, ao trazer um corte de “Manuel”, de Ed Motta, a grooves e pianos tão cheios de movimento.

“Há um tempo, por conta do meu projeto paralelo, o 3ilha, venho buscando referências nacionais e deixando que isso influencie no meu processo de criação. A música brasileira é tão rica que proporciona cortes muito bons pro House, então quase que espontaneamente ouvindo algumas músicas do Ed, do qual eu sou fan, foi que apareceu a ideia de pegar uns cuts e fazer a faixa. O grande desafio era entregar um resultado final que fosse tão fino quanto a referência (risos), mas fiquei muito satisfeito com a música, ainda mais por lançar em um label que já faz parte dos meus sets há muitos anos”, comenta.

E essa não é a primeira vez que o brasiliense leva um pouco do gingado da nossa música para gravadoras europeias. Por alguns anos, Gustavo viveu em Barcelona, na Espanha, e construiu por lá uma carreira voltada para o mercado internacional. “Tive a felicidade de vivenciar a cena europeia por alguns anos, o que contribuiu bastante na construção da minha trajetória e me deu uma boa dose de inspiração, ali de fato tive a oportunidade de conversar pessoalmente com medalhões da House como Frankie Knuckles, Kerri Chandler e Miguel Migs, este do qual tive o prazer de lançar algumas vezes em sua label, a Salted Music. Seria mentira dizer que morar na Europa não me influenciou ou não me abriu portas, muitas das minhas conquistas de hoje, como a Tropical Disco e outras collabs como a do Mr. V, Dj Spen, Opolopo e outras, mesmo eu não sendo um artista muito conhecido nacionalmente, são frutos de muito plantio por lá”, destaca o produtor

Quem já está pronto para o baile, pode dar o play agora e curtir toda essa vibe disco brasileira contagiante:

Acompanhe Gustavo FK no Instagram.

× Curta Music Non Stop no Facebook