Gui Boratto busca inspiração na antropofagia em seu quarto álbum, Abaporu; lançamento é em setembro

Claudia Assef
Por Claudia Assef

gui

Este rapaz com cara de bom moço aí da foto é uma das figuras mais importantes da música eletrônica mundial. Atende pelo nome de Guilherme Boratto, tem 40 anos, é paulistano, formado em arquitetura, gosta de bons vinhos e jamon ibérico e é casado com Luciana Villanova Boratto, com quem teve a fofa Valentina.

Um cara que curte as boas coisas da vida, que, quando não está em casa com a mulher e a filha, costuma encarar multidões em apresentações ao redor do mundo, seja em festivais ou em clubes bombados.

Em setembro próximo, mais exatamente no dia 29, ele lança mundialmente seu quarto álbum, Abaporu, pelo selo alemão Kompakt. O disco já tem single circulando no YouTube, é Joker, que tem remix de Dave DK e Michael Mayer. Dá uma ouvida.

Desde que ganhou o mundo, em 2007, com o disco de estreia, Chromophobia, Gui costuma passar boa parte do ano bem longe de seu apartamento em São Paulo. Este ano, ele parte em turnê de divulgação de um disco que traz muito de seu background como estudante de arquitetura. A começar pela capa, uma releitura moderna da obra Abaporu, da pintora Tarsila do Amaral.

gui

Tanto é que Gui chegou a cogitar chamar o álbum de Antropofagia. “Eu achei um pouco complicado, apesar de ser um título que fazia muito sentido por todo o processo de deglutinação, das referências. Eu sou muito patriota, sou arquiteto. O Modernismo foi o movimento em que o Brasil foi o maior ponto de referência”, disse o produtor em entrevista ao Todo DJ Já Sambou do estúdio de sua casa.

photo 1

Entre goles de vinho branco e com o disco Abaporu rolando de fundo, batemos o seguinte papo com Gui Boratto. Veja aqui.

Abaporu tem lançamento oficial em outubro com festas na Red Bull Station e no D-Edge, em São Paulo. Em breve, mais informações aqui. Enquanto o disco não sai você pode vê-lo no Red Bull Studio São Paulo ministrando um workshop de dois dias sobre seu processo de produção musical. O curso é gratuito e aberto ao público, parte do programa Som Expandido, um selo da Red Bull Music Academy. Dias 5 e 6 de agosto.

Serviço:

Workshop sobre produção de música eletrônica com Gui Boratto

Dias 5 e 6 de agosto, das 9h às 17h

Gratuito, 10 vagas. Inscrições pelo site

Red Bull Studio São Paulo (Praça da Bandeira, 137, Centro, SP)

 

× Curta Music Non Stop no Facebook