Festival GRLS transforma Dia da Mulher em fim de semana da representatividade

Itaici Brunetti
Por Itaici Brunetti

“Hoje é o melhor dia da minha vida”, disse Kylie Minogue durante a primeira noite do Festival GRLS. No dia seguinte, foi a vez de Jesy Nelson, do Little Mix, afirmar que São Paulo é a melhor plateia que o grupo já teve em toda a carreira. Essas duas declarações resumem a energia que foi a 1ª edição do evento, que aconteceu neste sábado e domingo no Memorial da América Latina, em São Paulo.

Com um line-up 100% feminino, desde as artistas que subiram ao palco até as funcionárias que operavam os caixas e ocupavam tantos outros cargos importantes no local, o festival chegou para reconhecer, valorizar, transformar e celebrar o papel das mulheres e não-binários na música e na cultura. Foram dias que exalaram representatividade.

Dos shows, a diva australiana Kylie Minogue fez todos dançarem ao som de Dancing, Can’t Get You Out Of My Head e On A Night Like This. A loira estava em êxtase com a plateia no sábado. Antes dela veio Ludmilla, que substituiu a rapper Tierra Whack após cancelar a sua apresentação em cima da hora. A funkeira foi a melhor escolha do festival e fez todo mundo descer até o chão com Cheguei, Verdinha e Favela Chegou. No mesmo dia, se apresentaram Linn da Quebrada e Gaby Amarantos.

No domingo, foi a vez do público mais jovem, em sua maioria, fãs de Little Mix. Mesmo desfalcado de uma das integrantes, Perrie Edwards, que não veio ao Brasil por, palavras da própria, não estar se sentindo bem, o girl group britânico fez um belo show de estreia no Brasil. Músicas dos cinco álbuns do grupo foram tocadas, com foco no último trabalho, o LM5, lançado em 2018.

IZA enfrentou a chuva, mas não se abalou e colocou o público para dançar ao som do hit Pesadão e outros do álbum de estreia Dona de Mim. Ela ainda atacou “pesado” com versões de Rihanna, Gilberto Gil, Skank, Natiruts e Pabllo Vittar. MC Tha e Mulamba também fizeram apresentações que abrilhantaram o dia.

O espaço GNT Talks, onde ocorreu palestras e debates com mulheres da música, cultura e do entretenimento, ficou o tempo todo lotado. Participaram PittyAstrid FontenelleFernanda Lima, Conceição EvaristoDidi CoutoCamila RibeiroLovefoxxx (do Cansei de Ser Sexy), Jout Jout, e outras superpoderosas.

Com o Festival GRLS, o Dia Internacional da Mulher, celebrado no domingo, 8 de março, se tornou o fim de semana das mulheres. Que venha a próxima edição.

 

Linn da Quebrada

Foto por I Hate Flash/ Fernanda Tiné

 

Gaby Amarantos

Foto por I Hate Flash/Helena Yoshioka

 

Ludmilla

Foto por I Hate Flash/ Fernanda Tiné

 

Fernanda Lima e Monja Coen

Foto por I Hate Flash/Helena Yoshioka

 

Mulamba

Foto por I Hate Flash/Helena Yoshioka

 

MC Tha

Foto por I Hate Flash/ Fernanda Tiné

 

IZA

Foto por I Hate Flash/ Fernanda Tiné

× Curta Music Non Stop no Facebook