delvon lamarr

Entrevistamos Delvon Lamarr, que está em turnê brasileira com o celebrado Delvon Lamarr Organ Trio

Por Adriana Arakake

Delvon Lamarr, organista sensação do Jazz, fala com exclusividade ao Music Non Stop sobre seus shows no Brasil

Pela primeira o público brasileiro poderá desfrutar dos shows deliciosos do Delvon Lamarr Organ Trio. Formado em 2015 em Seattle, o trio faz uma mistura contagiante de soul, jazz e funk com uma pegada anos 1960. Depois de anos tentando fazer parte de bandas que não emplacavam, o líder Delvon, seguindo o conselho da esposa e empresária, Amy Novo, montou sua própria banda.

Ele conta rindo que Amy cansou de ouvi-lo reclamar e declarou “monte sua própria banda, eu faço o resto”. Pra nossa sorte, ela foi ouvida e o trio estourou em sucessos, com 3 discos lançados, Live at KEXP! (2018), Close But Not Cigar (2018) e o mais recente I told you so (2021, Colemine Records).

 

 

Atualmente o DLO3 é formado por Delvon Lamarr (Hammond B3), Jimmy James (guitarra), Dan Weiss (bateria) e faz um coquetel delícia de Stax com Motown, uma pitada de Jimmy Smith, temperado com Booker T. and The MG’s e The Meters.  A química entre os músicos é muito boa e todas essas influências são interpretadas e misturadas pra criar um som bem característico. Lamarr, muito simpático, concedeu uma entrevista à esta coluna:

Adriana Arakake – Há alguns anos, Herbie Hancock declarou que o jazz havia voltado a ser underground, agora seu disco é um sucesso, está em primeiro lugar na Billboard e vocês viajando pra tantos lugares no mundo, levando sua música. O que você acha que mudou?

Delvon Lamarr – Bom, concordo com Herbie nisso, mas não totalmente. A diferença é que nós não fazemos apenas jazz, claro que somos muito influenciados pelo jazz, mas cruzamos várias fronteiras de sons que tem apelo com o público. Se você pensar no bebop, jazz puro, por exemplo, realmente ele é underground hoje em dia, mas não podemos esquecer que tem muita gente fazendo coisas diferentes baseadas no jazz. Pessoas como Robert Glasper, Cory Henry… são jazz, mas não apenas jazz.

Delvon Lamarr Organ Trio – foto divulgação

A.A. – O público está voltando a gostar de jazz? Mesmo que não seja o jazz puro?

D.L. Que pergunta difícil (risos). Talvez… Depende do tipo de jazz. As pessoas tem dificuldade com música instrumental  hoje em dia. As pessoas não conseguem se relacionar com a música como antes e ela mudou tanto que muita gente parece não entender a música sem vocais.

A.A. – O jazz é a expressão da luta por liberdade e direitos do povo negro, uma vez li que o artista que mais te influenciou foi Coltrane, algo mudou desde Alabama, por exemplo? Ou estamos exatamente no mesmo ponto?

D.L. – Eu não diria que estamos exatamente no mesmo ponto, pois ainda há questões não resolvidas. Definitivamente, não é como antes, mas ainda há problemas. Se você pegar, por exemplo, o direito ao voto, é algo que as pessoas lutaram por décadas no passado, por direitos iguais. Hoje negros e mulheres votam, isso é diferente. Algumas coisas seguem iguais, outras não. É como quando alguém tem um problema, mas não admite que tem e então este problema não pode ser combatido, é exatamente assim que estamos hoje em dia.

A.A – O que você acha da música brasileira?

D.L. – Não tenho muita experiência com música brasileira, principalmente porque eu não sei quem escutar, o que escutar. Já ouvi João e Astrud Gilberto com Stan Getz, mas não me aprofundei mais porque não sei por onde começar. Se você puder me dar umas dicas, vou ficar muito feliz e adorar saber o que escutar.

É claro que eu prontamente dei as dicas e espero que ele tenha curtido. Os shows do DLO3 vão acontecer aqui em São Paulo, na conceituada casa de shows Bourbon Street, hoje 10 de novembro, dentro da programação do Bourbon Street Fest, que ainda vai contar com os shows do Jon Cleary Trio (11) e  Gary Brown (14). E dias 13 e 14, no tradicional Rio das Ostras Jazz e Blues Festival. O festival acontece dos dias 12 a 15 de novembro e terá inúmeras atrações incríveis como Eric Gales, Azymuth, Black Rio, Keith Dunn & The Simi Brothers, entre outros.

Imperdível.

Adriana Arakake

Adriana Ararake é DJ é especialista em Jazz, Soul e Blues do Music Non Stop.

× Curta Music Non Stop no Facebook