Entenda por que o prêmio de melhor produtor para L_cio faz bem pra saúde da cena

Claudia Assef
Por Claudia Assef
  IMG_2494
Justiça foi feita na noite desta quarta (27) na premiação do Rio Music Conference quando o nome L_cio foi anunciado no telão como o vencedor da categoria Melhor Produtor do ano de 2015.  Não daria pra ser diferente.
O jeitinho de menino bonzinho esconde um canhão de talento que martela sem parar a cabeça do produtor paulistano Laércio Schwantes, 39, e suas muitas personas musicais. Como L_cio (que se lê Laércio, mas motivou os amigos a chamá-lo de Lúcio, de tanto que erraram o maneira de ler) ele compõe e faz lives solo. Sob esta alcunha, ele passou a ser representado internacionalmente pelo selo alemão Kompakt e lançou EPs pelo D.O.C., de Gui Boratto.
IMG_0326
Com parceiros, ele mantém outros projetos igualmente legais. Com Pedro Zopelar, ele tem o Gaturamo, que faz música eletrônica como se fosse jazz, na base do improviso. Também com Zopelar e com a vocalista Laura, o músico Bica e, eventualmente, Benjamim Sallum, ele faz um live que é praticamente uma banda eletrônica, o Teto Preto. Com o DJ e produtor Daniel Cozta, ele mantém um live de “techno pra after”, o Lacozta.
IMG_1822
Agora por que essa premiação faz bem pra todos da cena? Porque Laércio, com suas roupas largadas e sotaque caipirinha, não está nem aí pra status, carro, mulheres e esses acessórios que costumam bagunçar a cabeça de tantos DJs. Laércio é música 100%, seja quando está tocando sua flautinha ou quando está, concentrado, fazendo música ao vivo com suas máquinas. Ele é tipo, acabou a música, acabou a amizade.
Por uma cena com menos pose e mais música, essa a postura. Bom pra todos. Logo após o resultado da premiação, trocamos uma ideia com o produtor por mensagem de Facebook. Ele estava feliz da vida e respondeu essas perguntas aí embaixo ao Music Non Stop.
IMG_2496
Music Non Stop – Como é pra você receber essa notícia de melhor produtor de 2015? O que isso representa?

L_cio – Foi bem legal! Emocionei quando vi sua foto no Facebook/Instagram. Foi muito legal, mesmo à distância. A representatividade desse prêmio pra mim é grande, porque é uma escolha de profissionais envolvidos na cena brasileira.

Music Non Stop O que você tem visto na cena eletrônica que mais te anima? E o que mais chateia?

L_cio – O que mais tem me animado é a quantidade de produtores e live acts ótimos que estão se consolidando a cada dia (Zopelar, Benjamim Sallum, EXZ, Domina, Bmind, Carrot Green, G. Paim, Seixlack, Grassmass). As festas também são algo extremamente importantes pra que isso aconteça (Capslock, Mamba Negra, ODD, Mothership, Moving…).

O que mais me chateia são os festivais e festas que ainda acontecem todo ano e que pagam artistas com ingressos, nomes na lista, cachês ridículos com o discurso artístico e social que enganam o público, que paga bastante, pra ir ver seus artistas preferidos tocarem.

IMG_2519

Music Non Stop – Se pudesse escolher um artista pra fazer uma colaboração, vivo ou já morto, quem seria?

L_cio – Acho que uma vez respondi a uma pergunta semelhante. A resposta continua sendo: Zopelar. E tenho a sorte de já fazer música com ele.

Music Non Stop – Tem novos projetos teus pra sair?

L_cio – Ainda não, pois tenho quatro projetos de live pra manter ahahahha Teto Preto, Lacozta, Gaturamo e L_cio… Mas este ano lançarei mais um disco pelo DOC e um pelo selo In Their Feelings (do Davis e do Zopelar) além de algumas faixas em VAs, EP com Lacozta e remixes.

Music Non Stop – O que você mais quer que role na sua vida artística em 2016?

L_cio – Uff… Difícil saber o que quero, porque sempre deixei as coisas acontecerem organicamente na minha trajetória… Se for como tem sido, devem rolar várias coisas que me divertem e me dão prazer.

× Curta Music Non Stop no Facebook