DJ Cia fala do trabalho de mixagem com os Racionais em Nova York

Claudia Assef
Por Claudia Assef

Imagina o frio na barriga e a responsa de mixar o disco de rap nacional mais aguardado da década? Como eu não consegui imaginar, fui direto na fonte perguntar para o DJ Cia como foi a experiência mixar um disco dos Racionais MCs. Ele esteve em Nova York no começo deste mês trabalhando no novo álbum do grupo formado por Mano Brown, Ice Blue, Edi Rock e KL Jay, no famoso Quad Recording Studios de Nova York, por onde já passaram lendas do hip hop, como 2 Pac, Notorious Big, Jay-Z, Ne-yo e Ll Cool J, entre muitos outros. As músicas do disco estão prontas e o material está em reta final de produção. Entre um ensaio e outro com os manos do RZO e de malas prontas para se apresentar no Perc Pan, em Salvador, e depois partir em turnê pela Europa com Seu Jorge, Cia deu a seguinte entrevista exclusiva ao Todo DJ Já Sambou. cia Todo DJ Já Sambou – Que músicas do álbum novo dos Racionais você mixou? DJ Cia – Eu participei desde o começo do álbum, de várias faixas. Algumas nós modificamos, algumas já vieram do Brown prontas e nós mudamos algumas coisas juntos. Mas fizemos a maioria das faixas em grupo. Então, até as que eu havia produzido sozinho, de acordo com as opiniões e idéias do grupo, acabamos mexendo e modificando juntos. rango

Todo DJ Já Sambou – Como foi o clima lá em Nova York no estúdio?

DJ Cia – O clima foi muito bom, as pessoas com quem trabalhamos nos receberam muito bem e também respeitaram muito nosso trabalho. Trabalhamos com o DG, um cara super profissional e concentrado no trabalho, os caras lá não param um minuto, a partir do momento em que você marcou um horário, eles cumprem o combinado até a hora de acabar. Ele ouvia muito o que a gente pedia e também falava as coisas que não poderiam ser feitas, por lances técnicos que existem dentro de uma mixagem. Mesmo assim, pudemos ver o Dj KL Jay tocar em duas festas no Brooklyn e foi muito bom, porque ver todos muito inspirados com o clima, também inspira a gente. Isso influenciou muito todos hoje, porque agora voltamos com mais vontade de fazer músicas. E principalmente a mim, porque eu gosto de respirar aquele ar, me inspira a fazer coisas novas. Além do estúdio em que estávamos, por onde passaram Tupac, Notorious BIG e muitos outros grandes nomes do cenário mundial.

 

Todo DJ Já Sambou – Que toques teus poderão ser ouvidos no álbum?
DJ Cia – Desde que comecei a trabalhar com o grupo e a conversar com o Brown, sempre busquei coisas novas, músicas mais pra frente. Acho que, querendo ou não, consegui dar uma influenciada, e eles acabaram escutando e abraçando a ideia. Começaram a ouvir as coisas novas e trouxeram isso pra dentro do disco. Tudo é conversado, muito bem pensado e analisado e, com todos de acordo, foi uma das coisas que influíram para o disco ser um pouco diferente, mais atual e com batidas atuais. Agora vamos esperar o que o público vai dizer, algumas vezes a crítica não acompanha o ritmo, mas fala. Então vamos ver o que irão falar.

 

Todo DJ Já Sambou – Como rolou o convite pra fazer esse trabalho?
DJ Cia – Rolou naturalmente, a gente já vem trabalhando há muitos anos juntos, produzi alguns álbuns que o selo Cosa Nostra (que pertence ao grupo) lançou, como os grupos Rosana Bronks e U Time. E a partir dali a gente começou a construir algumas músicas juntos, fomos convivendo. Tínhamos um estúdio onde gravávamos as coisas novas de um projeto que estou fazendo com o Ice Blue e o Helião (RZO) e, como estávamos sempre juntos ali, que era um local bem legal de se produzir, acabamos fazendo algumas músicas no dia a dia, e fomos juntando pra esse disco.
× Curta Music Non Stop no Facebook