Depois do hit Simpaticona da Boate, dupla Lacozta volta com techno dark em novo EP

Claudia Assef
Por Claudia Assef
lacozta_boteco

Lcio e Daniel Cozta simpaticando no boteco

Eles ficaram conhecidos da turma que frequenta festas de música eletrônica undeground como autores de Simpaticona da Boate, single lançado em vinil através de uma campanha de crowdfunding em 2014. Mas quem já viu uma apresentação ao vivo da dupla Lacozta sabe que suas produções vão muito além de um hit.

veja o clipe de Simpaticona da Boate

 

Juntos desde 2013, os produtores L_cio e Daniel Cozta lançam em 2016 seu primeiro EP pelo Olga, subselo do D-Edge Records mais orientado para o techno. No EP Pista 1ƒ, em vez do vocal fanfarrão da Simpaticona da Boate (cantado pela jornalista Claudia Assef), sintetizadores, bateria eletrônica e compressores criam uma atmosfera de techno dark.

pista1

“O legado da Simpaticona é o próprio Lacozta. Isso fez com que a gente se aproximasse bastante, serviu pra que a gente se mobilizasse e continuasse com o projeto. A faixa teve uma história muito bacana, virou vinil com remixes de Mau Mau e Anderson Noise e depois ganhou um remix digital do do Marky. Foi tocada por muitos DJs, porém ela é bem diferente do live que apresentamos, que tem características mais pesadas e com muito pouco vocal. Hoje fazemos mais techno. As músicas são mais limpas, mais sérias… bravas até”, resume L_cio.

Daniel Cozta e Laercio Schwantes aka Lcio formam o Lacozta

Daniel Cozta e Laercio Schwantes aka Lcio formam o Lacozta

Como residentes do clube D-Edge há quase dois anos, L_cio e Daniel foram moldando o novo live em cima das apresentações ao vivo. Além do clube da Barra Funda, a dupla tem se apresentado em festas icônicas de São Paulo, como Capslock e Metanol.

“Cheguei a fazer uma festa em São Paulo, a Underline. Foi lá que eu e o Daniel ficamos mais amigos. Hoje nos envolvemos bastante em festas como Capslock e Mamba Negra. Fazemos parte desse movimento”, diz L_cio.

E tem sido esse o meio ambiente perfeito para a proliferação de lives de muita qualidade. Além do Lacozta, a cena de produtores que se apresentam ao vivo inclui nomes como Gaturamo (projeto de L_cio com Pedro Zopelar), Teto Preto, Benjamin Salum (já falamos dele nesta matéria aqui), Save The Cosmos, Daniel Lucas, Domina e outros.

“A maior dificuldade que a gente tinha era atingir a sonoridade do DJ. E a gente conseguiu chegar nisso. Quando o DJ sai e o live entra, ou o som está igual ou melhor. Isso é um grande salto”, diz Daniel.

MAS AFINAL O QUE É UM LIVE?

Apesar de parecer, os beats que saem das caixas de som durante uma apresentação ao vivo de música eletrônica – o tal do live ou live PA – não têm nada a ver com o que um DJ faz. Nos lives, tudo é feito ao vivo e as músicas tocadas são de autoria dos produtores.

“Durante o live a gente fica o tempo todo operando máquinas. Eu não sei fazer o que um DJ faz. Respeito muito. Mas nosso objetivo é o mesmo, fazer as pessoas dançarem. O que muda é o formato, a tecnologia. E o fato de que as músicas são todas nossas”, explica L_cio.

Com lançamento prevista para o final de fevereiro, o EP Olga 002 traz três músicas de autoria do Lacozta, Simples, Jejum pra Cura e 13 – esta última já vêm sendo tocada por DJs como Renato Ratier, Caxu e Paulo Tessuto.

Pra chegar à sonoridade atual, o Lacozta usa uma parafernália que inclui sintetizadores Moog, Microkorg, OP-1, Vermona e Novation Bass Station, as controladoras Nanokontrol e Push, bateria eletrônica AIRA TR-8, mesa de som e placa de áudio, tudo orquestrado pelo software Ableton Live.

“Hoje fazemos um som forte. E inesperado. Rolam mudanças bem drásticas de timbres. É um som bem impressivo mesmo”, resumem os L_cio e Daniel.

Além do projeto Lacozta, os produtores mantêm carreiras solo; L_cio integra o casting do selo alemão Kompakt e se apresenta tanto como artista solo quanto com seus outros projetos (Gaturamo e Teto Preto) e Daniel mantém carreira como DJ há quase 15 anos e é residente do clube D-Edge.

Mas o lance do Lacozta é mesmo o live. E neste sábado (20) tem. Os meninos são uma das atrações da festa Mothership Superafter.

Ouça lives do Lacozta no Soundcloud da dupla

Mothership Superafter

Sábado (20), a partir da meia-noite

D-Edge (av. Auro Soares de Moura Andrade, 141, Barra Funda)

Line-up: Cesare vs Disorder [Serialism/ D-Edge Records], Jay C, Karsten John [Love.Beats]
Konrad [D-Edge Records], Lacozta live [Olga], Ohnishi [sudd], Paula Chalup,The Dicks
Zopelar [Get Physical/ D-Edge Records]

Preços: (com nome na lista)
R$40 de entrada [até 01:00am] e R$50 de entrada [após 01:00am] ou R$ 70 na porta.

× Curta Music Non Stop no Facebook