Coletivas Profanas

Concertos, mostras e fervo neste final de Semana. Confira agora no Super Guia Music Non Stop

Por Amanda Sousa

As melhores opções de lazer e cultura para o final de semana estão no seu Super Guia Music Non Stop

Final de semana!! A gente não se aguenta e já começa falando que hoje, a partir das 20h nós, do Music Non Stop, vamos invadir o Jerome – um dos clubes mais amados de São Paulo – com discotecagem da musa Claudia Assef, do muso Jota Wagner e, direto de Floripa, DJ Lycra Preta que além de encantar a ilha com seus sets de house music, também colabora conosco mandando elogiadas matérias. Então, mais tarde nós temos um encontro marcado na Mato Grosso, 398 – Consolação (Entrada, $20). E, como o final de semana está só começando, entre sábado e domingo também acontecem concertos, exposições, passeios e mostras de cinema.

Music Non Stop no Jerome

Sexta, 08 de outubro das 20h às 2h.
Entrada, $20
O Jerome fica na rua Mato Grosso, 398 – Consolação.
Reservas: 11 9 99540477

music non stop sessions no jerome

Ibira

A partir desta sexta-feira, 8 de outubro, o Planetário Ibirapuera contará com dois espetáculos: Da Terra Ao Universo e Projeto Científico. O espetáculo será em projeção fulldome, tecnologia imersiva de exibição de vídeo, com projeção dinâmica por toda a cúpula. Cada sessão tem aproximadamente 35 minutos e é recomendada para público acima de 5 anos. Os ingressos custam entre R﹩ 15,00 e R﹩ 30,00 e podem ser adquiridos pelo site https://www.ibirapueraparque.com.br/ .

Além disso, para comemorar o Dia das Crianças, no Planetário também terá um espetáculo infantil a partir desta sexta-feira, às 13h. Terá 35 minutos de duração e, embora seja uma sessão infantil, é livre para todas as idades. A transmissão trará a história de Neco e Silo, dois personagens pré-adolescentes habitantes do planeta Assilar, que acabam de ganhar um prêmio escolar por um projeto científico sobre o Sistema Solar. A satisfação juvenil se converte em empolgação e, à noite, escondidos dos pais, eles fazem uma transmissão pirata para divulgar o feito. A entrada é gratuita, com agendamento pelo mesmo site. Vale ressaltar que os visitantes devem levar agasalho, pois a sala possui ar-condicionado. O espaço é aberto 30 minutos antes de cada atração e NÃO SERÁ PERMITIDA A ENTRADA APÓS O INÍCIO DA SESSÃO!

Noite no Planetário no Parque Ibirapuera, em São Paulo | Divulgação: Urbia Parques

Bienal

Para quem deseja conferir a 34ª Bienal de São Paulo: Faz escuro mas eu canto, os horários disponíveis são às terças, quartas, sextas e domingos, das 10h às 19h, e às quintas e sábados, das 10h às 21h. A entrada é gratuita, sendo possível reservar uma data em Agendamento de Visitas .

Os visitantes da 34ª Bienal de São Paulo poderão conhecer o novo espaço gastronômico organizado na área externa do pavilhão. Desenvolvido em parceria entre a Urbia e a Bienal, o espaço conta com food trucks, que oferecem pastéis, sanduíches e sorvetes, e funcionarão de terça a quinta, das 10h às 19h, além de sextas a domingos e feriados, das 10h às 21h, e traz o restaurante Tetto Y Aragon, especializado na culinária hispânica, que funcionará de terça a quinta, das 12h às 19h, e de sexta a domingo e feriados, das 12h às 21h.

Prédio Bienal SP

Foto: © Freddy Leal / Fundação Bienal de São Paulo

MAM

O Museu de Arte Moderna (MAM) está aberto com entrada gratuita de terça a domingo, das 10h às 18h (entrada até 17h30). Com contribuição sugerida, o visitante poderá escolher se prefere entrar gratuitamente ou se quer colaborar com algum valor. Esse formato vai até 12 de dezembro de 2021 e os ingressos poderão ser adquiridos por agendamento via site do MAM . Já o Museu Afro Brasil abre das 11h às 16h (com permanência até às 17h) e a entrada custa R﹩15 (inteira) e R﹩7,50 (meia). Para adquirir os ingressos é necessário acessar a página do Museu Afro Brasil .

Museu de Arte Moderna. Foto divulgação/MAM

Pavilhão Japonês

Depois de dois anos fechado ao público por conta da pandemia, o Pavilhão Japonês reabriu as portas com a inauguração da exposição Bonsai – Forma e Tempo, no jardim que circunda suas instalações, com cerca de 100 peças raras de mais de 40 espécies de diferentes árvores. A amostra traz o desafio de ilustrar, com marcos temáticos e formais, o delicado e potente universo das árvores reduzidas. A atração foi inaugurada no dia 25 de setembro e ficará em exposição até o dia 21 de novembro deste ano.

Pavilhão japonês. Foto divulgação

Visita Guiada – IbiraTour

Os frequentadores do Ibirapuera ganharam mais uma opção de lazer e agora podem realizar um tour pelo Parque em um circuito com carrinhos elétricos. A visita guiada é um projeto desenvolvido pela Urbia e tem por objetivo apresentar o Parque em um percurso de 45 minutos. Serão disponibilizados carrinhos com capacidade para até quatro pessoas por vez em um circuito sem pausas ou descidas durante o trajeto, percorrendo todas as áreas do Parque. O atendimento ocorre de segunda a sexta, das 10h às 18h, e o valor do passeio é de R﹩25, com opções de pagamento em dinheiro, crédito e débito. O ponto de embarque e desembarque fica no Portão 4.

Programação on-line

Exibido desde março diretamente do Auditório Ibirapuera, o Saia Justa desta quarta-feira, 6 de outubro, contará com a participação da atriz Kéfera Buchmann. O Auditório foi especialmente adaptado para a transmissão do programa, tendo os assentos da plateia compondo parte do cenário. O programa é transmitido pelo canal GNT e conta com apresentação de Astrid Fontenelle, Mônica Martelli, Pitty e Gaby Amarantos.

Concertos

No domingo, 10 de outubro, a Orquestra Sinfônica de Heliópolis sobe ao palco do Auditório Ibirapuera, a partir das 17h. A apresentação, ao vivo, será em comemoração ao aniversário de 25 anos do Instituto Baccarelli, e poderá ser conferida no canal do YouTube oficial do Parque Ibirapuera, aqui. O evento integra a Temporada de Concertos 2021 do Instituto Baccarelli.

Orquestra Sinfônica de Heliópolis. Foto Priscila Corderi

CCSP

Nos dias 23 e 24 de outubro, a Coletiva Profanas leva ao Centro Cultural São Paulo Ritu.1/ Penetra! Trata-se da primeira ação performativa da série de rituais de trans-i-[ação] que a atriz, diretora, dramaturga e doutoranda da USP Manfrin vem elaborando em paralelo ao seu processo de transição hormonal.  A convite do CCSP Manfrin traz nessa retomada das atividades culturais desse importante espaço para a Arte Contemporânea, uma exploração sobre o Tempo em seu processo de transição hormonal através de uma performance de longa duração extremamente visceral.

Parte 01 de um ritual de trans-i-[ação]!
Duração: 06 horas
Espaços utilizados: Rampa de entrada do primeiro piso das 16 ás 20 horas
Sala de exposições Piso Flávio de Carvalho das 20h30 ás 22h

Serviço:
Sábado, 23/10 – das 16:00 às 22:00
Domingo, 24/10 – dás  15:00 às 21:00
Gratuito

Foto: Julio Aracack

Teatro

O conto O Bebê de Tarlatana Rosa, de João do Rio, é a linha condutora do espetáculo homônimo da Rainha Kong, que tem estreia marcada para 22 de outubro, no Teatro Arthur Azevedo. A temporada, que vai até 14/11, acontecerá online e sem plateia e percorrerá outros três palcos da cidade: Teatro Alfredo Mesquita, Teatro Cacilda Becker e Teatro João Caetano, todos pertencentes ao aparelho público da cultura de São Paulo. A Casa 1, centro de cultura e acolhida LGBT+, também receberá espetáculos, no final da temporada. As apresentações integram o projeto As Histórias Vistas de Baixo, que foi contemplado pela 36ª edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo.

Temporada de O Bebê de Tarlatana Rosa
De 22 de outubro a 14 de novembro
No youtube.com/Casa1videos
Sexta e Sábado às 21h e Domingo às 19h
Gratuito – online
Duração: 50 minutos

Os espetáculos serão transmitidos diretamente dos palcos:

TEATRO ARTHUR AZEVEDO
Dias 22, 23 e 24 de Outubro de 2021
TEATRO ALFREDO MESQUITA
Dias: 29, 30 e 31 de Outubro de 2021
TEATRO CACILDA BECKER

Dias: 05, 06 e 07 de Novembro de 2021

TEATRO JOÃO CAETANO

Dias: 12, 13 e 14 de Novembro de 2021

CASA 1
Dias: 19, 20 e 21 de Novembro de 2021
O Bebê de Tarlatana Rosa.

O Bebê de Tarlatana Rosa. Foto: Karen Mezza

Mostra de Cinema da Mulher

O Coletivo Baciada das Mulheres do Juquery, de Franco da Rocha, realiza a VI edição da Mostra de Cinema da Mulher, até o dia 10 de outubro de 2021. O rolê continua neste final de semana com exibições virtuais, por meio do Youtube.

Dia 08 de outubro – Políticas públicas para mulheres
Exibições online durante as 24h do dia através do YouTube, e debate às 19h.
Debatedora dos filmes: Pamela Gabrielle

Filmes:
Da casinha para vida
Meninas (In)visíveis
Lora

Dia 9 de outubro – Mulheres e a quebra do tradicional
Exibições online durante as 24h do dia através do YouTube, e debate às 19h.
Debatedora dos filmes: Vita Pereira

Filmes
Rejunte
Mulheres de fé
Babi & Elvis

Dia 10 de outubro – Tema Livre
Exibições online através do canal do YouTube durante as 24h do dia

Filmes
Ultraderecha troll
Casa com parede
A única coisa que entendo como norte é a liberdade.

Oficina de cinema

SESC Digital – Mostra de Cinema Africano

Até o dia 10 de outubro, são exibidos 30 títulos contemporâneos de filmes, em sua maioria inéditos no território nacional, que abordam um pouco da produção cinematográfica contemporânea africana, pela plataforma Sesc Digital. Todos ficam disponíveis durante o festival inteiro, exceto Edifício Gagarine, online por 24 horas, e Você morrerá aos Vinte, com limite de 500 visualizações.

Curta “Al-Sit”, de Suzannah Mirghani, integra a programação da mostra. Crédito: Doha Film Institute/ Assessoria de Imprensa da Mostra de Cinemas Africanos

Amanda Sousa

Amanda Sousa é mãe, feminista, tem 30 anos e é formada em Comunicação Social. Natural de São Paulo, atualmente mora em Jundiaí. É apaixonada por música desde que se entende por gente. Vai do punk ao pop, gosta de descobrir sons em todas as vertentes.

× Curta Music Non Stop no Facebook