Camilo Rocha completa 20 anos como DJ e quem ganha o presente é você: um Caixa Alta com as melhores faixas de techno ever

Por Camilo Rocha

Em 2016, comemoro 20 anos de discotecagem. Os festejos começaram na Capslock de fim de julho, quando fiz um set especial de cinco horas com disco, house e techno de várias épocas.

Os festejos continuam esta semana. Neste sábado (20), toco na Distrito, festão que vai rolar na Trackers e tem também no line-up Magal, Industrialyzer, Cashu, França, Alexandre Vaz, Amanda Mussi, Rafael Moura, Fabricio Zerlini e Mortz.

Também gravei um set “de gala” para marcar os 20 anos de carreira. O som é techno de garimpo: de fósseis de Detroit a artefatos da década dos 2000.

Camilo-rocha

NÃO é um set retrospectivo das coisas que eu tocava (embora tenha muitas dessas coisas). Eu amo música antiga, amo a história de tudo, mas tenho dois pés atrás com revivals e nostalgias. Preferi fazer uma coleta de músicas de várias épocas que, na minha opinião, fazem sentido para as pistas de hoje. Portanto, nada daqueles loops percussivos acelerados da virada dos 2000 (mal aê), nada de acid techno (sorry…), entre outros excessos do passado.

Resolvi também, num primeiro momento, omitir o tracklist, coisa que sempre fiz questão de divulgar. O motivo é deixar o elemento surpresa rolar solto. Tem músicas aqui que não dá pra saber se são de 1992 ou de 2006. E tem algumas mais conhecidas que podem causar um efeito prazeroso quando derem as caras sem aviso.

A festa Distrito me deu 3 pares de VIPs para distribuir entre os leitores do Music Non Stop que ouvirem o set e conseguirem identificar 3 músicas. Para concorrer, basta citar as 3 faixas, dando nome, artista e ano.

× Curta Music Non Stop no Facebook