Exclusivo: Basement Jaxx sumiu, mas voltou com novo disco e curtindo EDM e Gilberto Gil. Oi?

Por Itaici Brunetti

Se você curtiu uma boa pista de dança no começo dos anos 2000, duas afirmações se aplicam a você: 1a) já dá pra te chamar de “veterano” e 2a) com certeza você já dançou algum hit da dupla inglesa Basement Jaxx.

Sim, porque é impossível que não tenha pirado o cabeção com esta faixa aqui, por exemplo.

Where’s Your Head At – Basement Jaxx

E vai me enganar que também não curtiu esta aqui?

Romeo – Basement Jaxx

Pra quem curtiu esse começo de milênio firme nas pistas de dança o Basement Jaxx foi uma espécie de divindade hitteira, uma máquina de fazer beats dançantes com vocais espertos e produção envolvente. No Brasil, eles foram os headliners do finado (e saudoso) festival Skol Beats, na edição de 2004, quando o evento ainda era bem roots e rolava no Autódromo de Interlagos. Aliás, a gente achou uma cobertura do Skol Beats daquele ano que vale a pena assistir.

basement_jaxx

Mas de volta ao que interessa, o Basement Jaxx. Em agosto de 2015, eles voltaram com álbum novo, Junto, o sétimo disco da carreira, depois de cinco anos sem lançar uma bolacha.

Mais do que um bom motivo pro Music Non Stop bater um bom papo por telefone com Felix Buxton, uma das metades do BJ, ao lado de Simon Ratcliffe. Eis o que rolou.

Felix Buxton, do Basement, Jaxx, curte Gilberto Gil e está adorando a popularização da música eletrônica

Felix Buxton, do Basement, Jaxx, curte Gilberto Gil e está adorando a popularização da música eletrônica

Music Non Stop – Além de Junto, lançado em agosto, vocês lançaram Junto Remixed,um disco cheio de… remixes. Como nasceu essa história?

Felix Buxton – Sentimos que as músicas do álbum Junto tinham uma energia boa para serem tocadas em clubes. E também é um ótimo jeito de levar a sua música aos clubes underground. O resultado final ficou incrível pois contamos com ótimos nomes e pessoas que aceitaram fazer os remixes de nossas músicas.

Music Non Stop – De qual remix você mais gostou?

Felix Buxton – Difícil escolher, mas acho que a minha preferida é o do Martinez Brothers. Sou um grande fã do trabalho deles e eles captaram bem a ideia do que imaginávamos para o álbum.

Music Non Stop – Quais lembranças vocês guardam da passagem pelo Brasil em 2004?

Felix Buxton – Me lembro bem de Salvador. Eu e minha namorada ficamos lá durante 10 dias. Em São Paulo tocamos no Skol Beats Festival e foi incrível. No Rio, ficamos apenas dois dias, mas o céu era lindo e fomos ao topo da cidade para poder apreciá-la de cima. O Brasil foi divertido pra gente.

Music Non Stop – E sobre a nossa música, você gosta?

Felix Buxton – Sim! Eu amo música brasileira. Gosto dos artistas clássicos, mas Gilberto Gil é o meu preferido. Também gosto de salsa e samba. É um ritmo alegre e que me faz bem.

BasementJaxx_junto

Music Non Stop – Quais DJs você ouve hoje em dia?

Felix Buxton – Hoje a música eletrônica está bastante ligada ao mainstream e à pop music, mas tem muitas coisas boas no underground, e as pessoas acabam se esquecendo disso. Por exemplo, gosto muito do Luciano, sou um grande fã e foi muito legal ele ter feito um remix da música Love Is at Your Side para o disco. Também tem um monte de produtores que fazem coisas diferentes realmente boas.

Music Non Stop – E sobre a popularização da EDM, em sua opinião, é boa ou ruim para a cena eletrônica?

Felix Buxton – Eu penso que é uma coisa boa. A popularização só vem a somar para a cena eletrônica e agora esse tipo de música pode ser ouvido facilmente ao redor do mundo. Os jovens estão se interessando muito mais pela música eletrônica e indo atrás para saber mais sobre o estilo. Alguns jovens já estão até fazendo grandes músicas. Estou curtindo muito essa comercialização da música eletrônica. Não tenho problema nenhum com isso e pra mim está tudo bem.

Music Non Stop – Uma mensagem para os brasileiros?

Felix Buxton  – Não vemos a hora de voltar aos palcos do Brasil para tocar o nosso show. Obrigado por nos apoiar mesmo estando tão longe da gente e prometemos retribuir com um grande show quando formos tocar no Brasil novamente. Tchau!

× Curta Music Non Stop no Facebook