Baixista e cantor genial Thundercat fará o show que você precisa ver em São Paulo em agosto. Corra pra conseguir seu ingresso!

Felicio Marmo
Por Felicio Marmo

A arte já nos brindou em tempos recentes com coisas que vão de hologramas bizarros aos registros de shows por fãs, onde nossa relação de ver, ouvir e sentir a música tem sido permeada pela tecnologia, certo? Pegar um show intimista de olhos fechados pode ser um luxo pra quem se dá o prazer de se desligar das telas, no entanto.

Falando com tímpanos atentos e ávidos por calor sonoro, o gênio Stephen Bruner, mais conhecido no mundo da música como Thundercat, chega este mês para aquecer almas em São Paulo. O baixista e cantor hypado do selo Brainfeeder, que já trabalhou com Erykah Badu e é parceiro de Flying Lotus (que CV!), vem para aguçar a sensibilidade de quem colar no Jazz na Fábrica, nos dias 17 e 18, no Sesc Pompéia, trazendo seu terceiro e recém-lançado álbum, Drunk, debaixo do braço.

Carregando uma vibe afrofuturista única, o expoente da soul experimental não deve desapontar exibindo ao vivo pela primeira vez no Brasil biscoitos finos como Them Changes, de 2015, faixa em que os baixos cantam junto com sua voz quente de soulman e é considerada seu primeiro hit.
 
Them Changes – Thundercat

Também vai ser difícil ficar inerte como um Iphone à sarrada discofunk de Blackkk, Jameel’s Space Ride e Friend Zone. O balanço é sexy e presença forte em quase todo seu trabalho, fazendo muitas vezes um contra-ponto firme em terra para todo o improviso e abstração que beiram o espaço sideral.

Friend Zone – Thundercat

Produzido pelo midas da eletrônica Flying Lotus, o disco traz participações de nomes como Kendrick Lamar, Pharrell Williams, Wiz Khalifa, Michael McDonald e Kenny Loggins. Thundercat é passado, presente e futuro embriagados pela ampla consciência dos pilares e a liberdade de expressão, com assinatura jazzística de entortar os ouvidos e que transcende ceitas e rótulos da black music.

A visão afrofuturista do homem negro no espaço, o cosmo de Sun Ra e o sci-fi da década de 1970 são o pano de fundo de muitas das inspirações estéticas de Thundercart, músico virtuose que usa o baixo com a destreza de quem está dedilhando a própria voz. Sua linhagem musical vem de berço: ele é filho Ronald Bruner, baterista de jazz renomado que acompanhou “apenas” nomes como The Temptations, Diana Ross e Gladys Knight. Seu irmão, Ronald Bruner Jr. também é um baterista de estirpe, ganhador de um Grammy e músico acompanhante de Stanley Clarke e Wayne Shorter.

Stephen (Thundercat), aos 2 anos, no piano, e o irmão, Ronald Bruner Jr., na batera

Mas nem só de jazz vivem os Bruners. Junto com o irmão, Thundercat se juntaram ao grupo punk veterano Suicidal Tendencies, tocando baixo em turnês mundiais da banda, enquanto ainda cursava o ensino médio. Aos 16 anos, Thundercat foi músico de apoio da banda de Stanley Clarke numa turnê pelo Japão.

Pra quem tiver mais curiosidade em saber um pouco mais sobre o lado da psicicodelia ancestral de Thundercat, vale ver este trecho do filme Space Is The Place, de 1974, com Sun Ra.


Quando votar ao solo firme, não deixe de garantir o seu lugar nessa viagem tão psicodélica quanto imperdível. Quem viver saberá. Os ingressos começaram a ser vendidos pelo site do Sesc   e a cota online já se esgotou. Portanto, dê um jeito de ir nesta sexta a qualquer unidade do Sesc pra comprar. Seja ágil porque estes ingressos vão sumir do mapa a qualquer instante.

OUÇA O ÁLBUM DRUNK

× Curta Music Non Stop no Facebook