banda Bullet Bane

A volta dos independentes. Bandas começam a se movimentar nos palcos de São Paulo

Por Luisa Pereira

Com a liberação dos eventos, hora de tirar a guitarra do case e botar o pé na rua. Bandas independentes que estavam voando antes da pandemia já começam a anunciar shows.

 

Desde março de 2020, os mais variados eventos culturais foram cancelados e proibidos para prevenir o avanço da transmissão de Covid-19, que é mais frequente nas grandes aglomerações de pessoas. Agora, com o avanço da vacinação contra a doença e a diminuição no número de casos e óbitos, as medidas de isolamento social estão sendo flexibilizadas, e museus, galerias de arte e casas de shows estão voltando ao funcionamento para receber novas exposições e espetáculos abertos a visitantes – entre eles, as apresentações da cena underground.

 

 

A pandemia do novo coronavírus atingiu o Brasil de forma bastante severa, fazendo o país atingir mais de 600 mil fatalidades pela doença, o colocando em segundo lugar no ranking de óbitos. Felizmente, a situação da doença está atualmente controlada, em decorrência do avanço da vacinação da população, que já se encontra mais da metade vacinada com duas doses ou vacina de dose única. Ainda de acordo com dados divulgados pelo G1, a média móvel da última semana (registrada em 22 de novembro) foi de 208 óbitos – uma queda de 14% em comparação com a semana anterior.

A partir desse cenário de saída da crise sanitária, os eventos culturais estão retornando com tudo. Diversos artistas e bandas estão há quase dois anos sem performar para seus fãs, o que torna essa volta para os palcos ainda mais especial, com apresentação de músicas inéditas que foram lançadas na véspera ou durante a pandemia, que impediu a interpretação desse material novo ao vivo.

A casa de shows Fabrique Club, em São Paulo, é um desses lugares que voltou à atividade recentemente e vai receber espetáculos de bandas nas próximas semanas. Em 4 de dezembro, o espaço vai recepcionar a banda Menores Atos, que prometeu apresentar seus novos singles “Breu” e “Muro”. A primeira música teve lançamento no início de novembro, enquanto a última será disponibilizada nas plataformas de streaming na véspera do show na capital paulista, em 3 de dezembro.

A formação da banda conta com Cyro Sampaio (guitarrista e vocalista), Ricardo Mello (baterista) e Celso Lehnemann (baixista). Além das novas canções, o grupo irá performar as músicas de seus trabalhos antigos, dos álbuns Lapso, de 2018, e Animalia, de 2014.

Outro espetáculo recente na Fabrique, em São Paulo, foi o da banda Bullet Bane, em 20 de novembro. O show foi a primeira apresentação que acompanha o álbum de estúdio Ponto, que foi lançado às vésperas da crise sanitária, em março de 2020, impossibilitando o grupo de seguir seu planejamento de trabalho do material, que contava com uma turnê que foi cancelada.

A banda tem 12 anos em atividade e conta com os vocais de Arthur Mutanen, Danilo de Souza e Fernando Uehara nas guitarras, Rafael Goldin no baixo e Renan Garcia na bateria. O setlist da apresentação englobou as faixas do disco mais recente, Ponto, e também canções lançadas recentemente, como “Sentir” e “Lembro Quando Começou” – a última é uma colaboração com Lucas Silveira, da banda Fresno.

O comprovante de vacinação é exigido para todos que desejam assistir aos variados eventos que estão planejados para as próximas semanas. Para aqueles que desejam assistir às apresentações e exposições de artistas e músicos, é recomendável usar roupas confortáveis para enfrentar as filas e as pistas e existe também a possibilidade de levar crianças e pré-adolescentes, que podem utilizar calçados mais macios, como crocs infantil, se suas entradas forem permitidas pela classificação indicativa do espaço.

× Curta Music Non Stop no Facebook